Encontrar o endereço pelo nome

Localizar pessoas pelo endereço. O endereço é um dos dados que podem ser usados para localizar pessoas. Apesar da maioria das pessoas optarem pela busca através do CPF, em casos onde essa informação ainda não é de conhecimento, os dados de residência podem ser a chave para encontrar um cliente. Como buscar endereço pelo nome. Outra opção para os brasileiros de como descobrir endereço de alguém, é utilizar o site Telelistas.net, que funciona para quem quer achar pessoas pelo nome completo e cidade e possui mais de 30 milhões de números registrados em todo o território nacional. Veja como fazer para achar endereço pelo nome: 2. Como descobrir endereço pelo número de telefone. Caso você não consiga descobrir o endereço da primeira forma, tente encontrar o endereço da pessoa em sites que realizam essa busca através do número de telefone. Há diversos sites na internet que disponibilizam esse sistema, você só precisará informar o número de telefone e esperar para ter uma resposta do site. Encontre-o no Facebook. Com quase 1 bilhão de assinantes, suas chances de encontrar alguém no Facebook são muito boas, mas é um pouco mais difícil do que tentar pelo Google. Comece com o nome. Dessa vez, vamos procurar John Smith. No campo de busca, digite John Smithe imediatamente, um menu com os primeiros resultados aparecerá. Encontrar pessoas pelo nome em Portugal. Para encontrar pessoas em Portugal pode usar-se o sitewww.pai.pt, basta introduzir o nome completo ou o primeiro e último nome da pessoa para iniciar a busca. O uso do site é gratuito e os resultados retornam a lista de pessoas com o mesmo nome que vivem em Portugal e mostra os dados do endereço da ... Primeiro, vamos falar sobre como achar o endereço de uma pessoa pelo nome, informando sites que podem te ajudar nesse processo. Em seguida, vamos falar de uma forma mais específica, explicando como saber o endereço pelo nome da pessoa através do PC. Por fim, é hora de ensinar como descobrir endereço de alguém pelo nome pelo celular. Encontrar endereço pelo nome em redes sociais Existem alguns sites estrangeiros onde você digita o nome de uma pessoa, e o site retorna diversos resultados de redes sociais, concursos, notícias etc. Por mais que o endereço não esteja tão à vista, de repente pode ser que você encontre em algum desses resultados que os sites trazem. Consultar endereço pelo CPF pela internet não é uma forma garantida de conseguir o endereço da pessoa que você busca, mas não custa tentar. Você pode buscar o CPF da pessoa pelo Google e tentar encontrá-la, mas esse não é um método garantido, já que o CPF é um dado pessoal que é protegido. Como encontrar pessoas pelo Google. Encontrar uma pessoa desaparecida no Google parece ser bem simples, pois aparentemente é só colocar o nome da pessoa na barra de busca do site, mas na verdade vai além de tudo isso. É necessário mais que isso, pois nem sempre a busca dessa forma tem resultados claros. Achar endereço, saiba agora com achar endereço, site de pesquisa e consulta para achar endereço a partir do cep. Informe o nome da avenida, endereço, praça, travessa, alameda, beco, passagem, cep, etc. Para achar endereço e dados do endereço a partir da digitação do número do cep de 8 dígitos.

O dia em que meu amigo me pediu em namoro (observação final importante)

2020.07.31 06:45 kimmochi1 O dia em que meu amigo me pediu em namoro (observação final importante)

Já vou dizendo que é muita coisa:)

Oi Luba, editores, gatas, papeloes e todos que estão a ler, tudo bom?
Bom, eu estava na metade do 7° ano quando um novato chegou na escola, vamos chamá-lo de Lucas. Eu e "Késia" (nome falso) decidimos fazer amizade com o "Lucas". O garoto era muito simpático e gostava de quase todas as coisas que eu, super gente boa. Dias se passaram e eu me aproximei mais dele do que a "Késia", chegamos até a trocar segredos. Nessa época, tínhamos a suspeita do "Lucas" ser gay, mas não tínhamos nada contra a opção sexual dele.

Certo dia (na semana do dia dos namorados) a escola anunciou um evento para que as pessoas apaixonadas pudessem se declarar de forma anônima ou não. Funcionava assim: a diretora pegava um papel sortido da cesta e li em voz alta, nesse papel a pessoa X se declarava pra pessoa Y por medio de um poema ou texto. Mais tarde no mesmo dia, o vi pegando o papel de inscrição e ao questionar ele soltou uma indireta "pra quem será?". Ignorei, mas sabe como é, ignorei surtando. Enfim chegou o dia do evento e a coordenação reuniu TODOS os alunos no pátio da escola.

* pulando porque ninguém quer enrolação *

A diretora tirou a carta dele e leu o poema "dele" em voz alta para todos do pátio:
"Pulei na água e me molhei,
Brinquei com o fogo e me queimei,
Olhei pra você e me apaixonei"

Eu olhei pra ele e o mlk simplesmente saiu correndo kkkkkk

Era a primeira vez que alguém tinha se declarado pra mim, e por ser meu melhor amigo eu fiquei mais sem reação ainda. Eu e "Késia" fomos procurar por ele e o encontrei na nossa sala de aula. Naquele momento eu tive certeza de que ele ia me pedir em namoro, mas não era o que eu queria e a "Késia" sabia disso. A "Késia" me puxou para fora da sala e apenas escutei o "Lucas" falando "espera". Uma semana depois eu fui falar com ele (Sim, uma semana, eu também me arrependo mas eu era muito imatura para saber lidar com isso) e dava pra ver que ele não estava bravo mas que também não estava muito feliz, óbvio! Continuamos a amizade normalmente, só algumas pessoas que zoavam a gente dizendo que éramos namorados, mas nada de mais.

Mais umas semanas se passaram e ele apareceu com uma idéia de que ia embora pra outro estado. Eu não acreditei, não queria que ele fosse. No dia seguinte eu esperei por ele na escola e nada. E assim se passaram semanas, meses... "Lucas" se despediu e foi embora sem deixar número de telefone, rede social ou endereço. Como fui besta. Eu queria conversar com ele novamente. Nunca pensei que fosse chorar por tanto tempo e me culpar tanto. Sinto saudades da amizade dele. Me arrependo pelo jeito que tratei ele, mas é aquilo, se arrepender não vai fazer eu voltar no passado.
O mais incrível é que ano retrasado fui para o cinema e encontrei um garoto muito parecido com ele, mas ignorei porque minha mãe pôs na minha cabeça que não era ele. Semanas depois um evento daqui do meu estado e o mesmo garoto estava lá e minha mãe disse a mesma coisa, mas não sei...
Então, qual sua opinião?


OBS: enquanto escrevia isso lembrei que um dos primeiros contatos que tive com o seu canal foi com ele, então se essa história for pro seu canal e ele ainda te assistir talvez tenha uma pequena chance de encontrar ele. Você pode me ajudar com isso?
submitted by kimmochi1 to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.23 10:09 diplohora Mes estudos para o CACD - Bruno Pereira Rezende

Livro do diplomata Bruno Pereira Rezende
INTRODUÇÃO
📷📷Desde quando comecei os estudos para o Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata (CACD), li dezenas de recomendações de leituras, de guias de estudos extraoficiais, de dicas sobre o concurso, sobre cursinhos preparatórios etc. Sem dúvida, ter acesso a tantas informações úteis, vindas de diversas fontes, foi fundamental para que eu pudesse fazer algumas escolhas certas em minha preparação, depois de algumas vacilações iniciais. Mesmo assim, além de a maioria das informações ter sido conseguida de maneira dispersa, muitos foram os erros que acho que eu poderia haver evitado. Por isso, achei que poderia ser útil reunir essas informações que coletei, adicionando um pouco de minha experiência com os estudos preparatórios para o CACD neste documento.
Além disso, muitas pessoas, entre conhecidos e desconhecidos, já vieram me pedir sugestões de leituras, de métodos de estudo, de cursinhos preparatórios etc., e percebi que, ainda que sempre houvesse alguma diferenciação entre as respostas, eu acabava repetindo muitas coisas. É justamente isso o que me motivou a escrever este documento – que, por não ser (nem pretender ser) um guia, um manual ou qualquer coisa do tipo, não sei bem como chamá-lo, então fica como “documento” mesmo, um relato de minhas experiências de estudos para o CACD. Espero que possa ajudar os interessados a encontrar, ao menos, uma luz inicial para que não fiquem tão perdidos nos estudos e na preparação para o concurso.
Não custa lembrar que este documento representa, obviamente, apenas a opinião pessoal do autor, sem qualquer vínculo com o Ministério das Relações Exteriores, com o Instituto Rio Branco ou com o governo brasileiro. Como já disse, também não pretendo que seja uma espécie de guia infalível para passar no concurso. Além disso, o concurso tem sofrido modificações frequentes nos últimos anos, então pode ser que algumas coisas do que você lerá a seguir fiquem ultrapassadas daqui a um ou dois concursos. De todo modo, algumas coisas são básicas e podem ser aplicadas a qualquer situação de prova que vier a aparecer no CACD, e é necessário ter o discernimento necessário para aplicar algumas coisas do que falarei aqui a determinados contextos. Caso você tenha dúvidas, sugestões ou críticas, fique à vontade e envie-as para [[email protected] ](mailto:[email protected])(se, por acaso, você tiver outro email meu, prefiro que envie para este, pois, assim, recebo tudo mais organizado em meu Gmail). Se tiver comentários ou correções acerca deste material, peço, por favor, que também envie para esse email, para que eu possa incluir tais sugestões em futura revisão do documento.
Além desta breve introdução e de uma também brevíssima conclusão, este documento tem quatro partes. Na primeira, trato, rapidamente, da carreira de Diplomata: o que faz, quanto ganha, como vai para o exterior etc. É mais uma descrição bem ampla e rápida, apenas para situar quem, porventura, estiver um pouco mais perdido. Se não estiver interessado, pode pular para as partes seguintes, se qualquer prejuízo para seu bom entendimento. Na segunda parte, trato do concurso: como funciona, quais são os pré-requisitos para ser diplomata, quais são as fases do concurso etc. Mais uma vez, se não interessar, pule direto para a parte seguinte. Na parte três, falo sobre a preparação para o concurso (antes e durante), com indicações de cursinhos, de professores particulares etc. Por fim, na quarta parte, enumero algumas sugestões de leituras (tanto próprias quanto coletadas de diversas fontes), com as devidas considerações pessoais sobre cada uma. Antes de tudo, antecipo que não pretendo exaurir toda a bibliografia necessária para a aprovação, afinal, a cada ano, o concurso cobra alguns temas específicos. O que fiz foi uma lista de obras que auxiliaram em minha preparação (e, além disso, também enumerei muitas sugestões que recebi, mas não tive tempo ou vontade de ler – o que também significa que, por mais interessante que seja, você não terá tempo de ler tudo o que lhe recomendam por aí, o que torna necessário é necessário fazer algumas escolhas; minha intenção é auxiliá-lo nesse sentido, na medida do possível).
Este documento é de uso público e livre, com reprodução parcial ou integral autorizada, desde que citada a fonte. Sem mais, passemos ao que interessa.
Parte I – A Carreira de Diplomata
INTRODUÇÃO
Em primeiro lugar, rápida apresentação sobre mim. Meu nome é Bruno Rezende, tenho 22 anos e fui aprovado no Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata (CACD) de 2011. Sou graduado em Relações Internacionais pela Universidade de Brasília (turma LXII, 2007-20110), e não tinha certeza de que queria diplomacia até o meio da universidade. Não sei dizer o que me fez escolher a diplomacia, não era um sonho de infância ou coisa do tipo, e não tenho familiares na carreira. Acho que me interessei por um conjunto de aspectos da carreira. Comecei a preparar-me para o CACD em meados de 2010, assunto tratado na Parte III, sobre a preparação para o concurso.
Para maiores informações sobre o Ministério das Relações Exteriores (MRE), sobre o Instituto Rio Branco (IRBr), sobre a vida de diplomata etc., você pode acessar os endereços:
- Página do MRE: http://www.itamaraty.gov.b
- Página do IRBr: http://www.institutoriobranco.mre.gov.bpt-b
- Canal do MRE no YouTube: http://www.youtube.com/mrebrasil/
- Blog “Jovens Diplomatas”: http://jovensdiplomatas.wordpress.com/
- Comunidade “Coisas da Diplomacia” no Orkut (como o Orkut está ultrapassado, procurei reunir todas as informações úteis sobre o concurso que encontrei por lá neste documento, para que vocês não tenham de entrar lá, para procurar essas informações):
http://www.orkut.com.bMain#Community?cmm=40073
- Comunidade “Instituto Rio Branco” no Facebook: http://www.facebook.com/groups/institutoriobranco/
Com certeza, há vários outros blogs (tanto sobre a carreira quanto sobre a vida de diplomata), mas não conheço muitos. Se tiver sugestões, favor enviá-las para [[email protected].](mailto:[email protected])
Além disso, na obra O Instituto Rio Branco e a Diplomacia Brasileira: um estudo de carreira e socialização (Ed. FGV, 2007), a autora Cristina Patriota de Moura relata aspectos importantes da vida diplomática daqueles que ingressam na carreira. Há muitas informações desatualizadas (principalmente com relação ao concurso), mas há algumas coisas interessantes sobre a carreira, e o livro é bem curto.
A DIPLOMACIA E O TRABALHO DO DIPLOMATA
Com a intensificação das relações internacionais contemporâneas e com as mudanças em curso no contexto internacional, a demanda de aprimoramento da cooperação entre povos e países tem conferido destaque à atuação da diplomacia. Como o senso comum pode indicar corretamente, o
diplomata é o funcionário público que lida com o auxílio à Presidência da República na formulação da política externa brasileira, com a condução das relações da República Federativa do Brasil com os demais países, com a representação brasileira nos fóruns e nas organizações internacionais de que o país faz parte e com o apoio aos cidadãos brasileiros residentes ou em trânsito no exterior. Isso todo mundo que quer fazer o concurso já sabe (assim espero).
Acho que existem certos mitos acerca da profissão de diplomata. Muitos acham que não irão mais pagar multa de trânsito, que não poderão ser presos, que nunca mais pegarão fila em aeroporto etc. Em primeiro lugar, não custa lembrar que as imunidades a que se referem as Convenções de Viena sobre Relações Diplomáticas e sobre Relações Consulares só se aplicam aos diplomatas no exterior (e nos países em que estão acreditados). No Brasil, os diplomatas são cidadãos como quaisquer outros. Além disso, imunidade não é sinônimo de impunidade, então não ache que as imunidades são as maiores vantagens da vida de um diplomata. O propósito das imunidades é apenas o de tornar possível o trabalho do diplomata no exterior, sem empecilhos mínimos que poderiam obstar o bom exercício da profissão. Isso não impede que diplomatas sejam revistados em aeroportos, precisem de vistos, possam ser julgados, no Brasil, por crimes cometidos no exterior etc.
Muitos também pensam que irão rodar o mundo em primeira classe, hospedar-se em palácios suntuosos, passear de iate de luxo no Mediterrâneo e comer caviar na cerimônia de casamento do príncipe do Reino Unido. Outros ainda acham que ficarão ricos, investirão todo o dinheiro que ganharem na Bovespa e, com três anos de carreira, já estarão próximos do segundo milhão. Se você quer ter tudo isso, você está no concurso errado, você precisa de um concurso não para diplomata, mas para marajá. Obviamente, não tenho experiência suficiente na carreira para dizer qualquer coisa, digo apenas o que já li e ouvi de diversos comentários por aí. É fato que há carreiras públicas com salários mais altos. Logo, se você tiver o sonho de ficar rico com o salário de servidor público, elas podem vir a ser mais úteis nesse sentido. Há não muito tempo, em 2006, a remuneração inicial do Terceiro-Secretário (cargo inicial da carreira de diplomata), no Brasil, era de R$ 4.615,53. Considerando que o custo de vida em Brasília é bastante alto, não dava para viver de maneira tão abastada, como alguns parecem pretender. É necessário, entretanto, notar que houve uma evolução significativa no aspecto salarial, nos últimos cinco anos (veja a seç~o seguinte, “Carreira e Salrios). De todo modo, já vi vários diplomatas com muitos anos de carreira dizerem: “se quiser ficar rico, procure outra profissão”. O salário atual ajuda, mas não deve ser sua única motivação.
H um texto ótimo disponível na internet: “O que é ser diplomata”, de César Bonamigo, que reproduzo a seguir.
O Curso Rio Branco, que frequentei em sua primeira edição, em 1998, pediu-me para escrever sobre o que é ser diplomata. Tarefa difícil, pois a mesma pergunta feita a diferentes diplomatas resultaria, seguramente, em respostas diferentes, umas mais glamourosas, outras menos, umas ressaltando as vantagens, outras as desvantagens, e não seria diferente se a pergunta tratasse de outra carreira qualquer. Em vez de falar de minhas impressões pessoais, portanto, tentarei, na medida do possível, reunir observações tidas como “senso comum” entre diplomatas da minha geraç~o.
Considero muito importante que o candidato ao Instituto Rio Branco se informe sobre a realidade da carreira diplomática, suas vantagens e desvantagens, e que dose suas expectativas de acordo. Uma expectativa bem dosada não gera desencanto nem frustração. A carreira oferece um pacote de coisas boas (como a oportunidade de conhecer o mundo, de atuar na área política e econômica, de conhecer gente interessante etc.) e outras não tão boas (uma certa dose de burocracia, de hierarquia e dificuldades no equacionamento da vida familiar). Cabe ao candidato inferir se esse pacote poderá ou não fazê-lo feliz.
O PAPEL DO DIPLOMATA
Para se compreender o papel do diplomata, vale recordar, inicialmente, que as grandes diretrizes da política externa são dadas pelo Presidente da República, eleito diretamente pelo voto popular, e pelo Ministro das Relações Exteriores, por ele designado. Os diplomatas são agentes políticos do Governo, encarregados da implementação dessa política externa. São também servidores públicos, cuja função, como diz o nome, é servir, tendo em conta sua especialização nos temas e funções diplomáticos.
Como se sabe, é função da diplomacia representar o Brasil perante a comunidade internacional. Por um lado, nenhum diplomata foi eleito pelo povo para falar em nome do Brasil. É importante ter em mente, portanto, que a legitimidade de sua ação deriva da legitimidade do Presidente da República, cujas orientações ele deve seguir. Por outro lado, os governos se passam e o corpo diplomático permanece, constituindo elemento importante de continuidade da política externa brasileira. É tarefa essencial do diplomata buscar identificar o “interesse nacional”. Em negociações internacionais, a diplomacia frequentemente precisa arbitrar entre interesses de diferentes setores da sociedade, não raro divergentes, e ponderar entre objetivos econômicos, políticos e estratégicos, com vistas a identificar os interesses maiores do Estado brasileiro.
Se, no plano externo, o Ministério das Relações Exteriores é a face do Brasil perante a comunidade de Estados e Organizações Internacionais, no plano interno, ele se relaciona com a Presidência da República, os demais Ministérios e órgãos da administração federal, o Congresso, o Poder Judiciário, os Estados e Municípios da Federação e, naturalmente, com a sociedade civil, por meio de Organizações Não Governamentais (ONGs), da Academia e de associações patronais e trabalhistas, sempre tendo em vista a identificação do interesse nacional.
O TRABALHO DO DIPLOMATA
Tradicionalmente, as funções da diplomacia são representar (o Estado brasileiro perante a comunidade internacional), negociar (defender os interesses brasileiros junto a essa comunidade) e informar (a Secretaria de Estado, em Brasília, sobre os temas de interesse brasileiro no mundo). São também funções da diplomacia brasileira a defesa dos interesses dos cidadãos brasileiros no exterior, o que é feito por meio da rede consular, e a promoção de interesses do País no exterior, tais como interesses econômico-comerciais, culturais, científicos e tecnológicos, entre outros.
No exercício dessas diferentes funções, o trabalho do diplomata poderá ser, igualmente, muito variado. Para começar, cerca de metade dos mil1 diplomatas que integram o Serviço Exterior atua no Brasil, e a outra metade nos Postos no exterior (Embaixadas, Missões, Consulados e Vice-Consulados). Em Brasília, o diplomata desempenha funções nas áreas política, econômica e administrativa, podendo cuidar de temas tão diversos quanto comércio internacional, integração regional (Mercosul), política bilateral (relacionamento do Brasil com outros países e blocos), direitos humanos, meio ambiente ou administração física e financeira do Ministério. Poderá atuar, ainda, no Cerimonial (organização dos encontros entre autoridades brasileiras e estrangeiras, no Brasil e no exterior) ou no relacionamento do Ministério com a sociedade (imprensa, Congresso, Estados e municípios, Academia, etc.).
No exterior, também, o trabalho dependerá do Posto em questão. As Embaixadas são representações do Estado brasileiro junto aos outros Estados, situadas sempre nas capitais, e desempenham as funções tradicionais da diplomacia (representar, negociar, informar), além de promoverem o Brasil junto a esses Estados. Os Consulados, Vice-Consulados e setores consulares de Embaixadas podem situar-se na capital do país ou em outra cidade onde haja uma comunidade brasileira expressiva. O trabalho nesses Postos é orientado à defesa dos interesses dos cidadãos brasileiros no exterior. Nos Postos multilaterais (ONU, OMC, FAO, UNESCO, UNICEF, OEA etc.), que podem ter natureza política, econômica ou estratégica, o trabalho envolve, normalmente, a representação e a negociação dos interesses nacionais.
O INGRESSO NA CARREIRA
A carreira diplomática se inicia, necessariamente, com a aprovação no concurso do Instituto Rio Branco (Informações sobre o concurso podem ser obtidas no site http://www2.mre.gov.birbindex.htm). Para isso, só conta a competência – e, talvez, a sorte – do candidato. Indicações políticas não ajudam.
AS REMOÇÕES
Após os dois anos de formação no IRBr , o diplomata trabalhará em Brasília por pelo menos um ano. Depois, iniciam-se ciclos de mudança para o exterior e retornos a Brasília. Normalmente, o diplomata vai para o exterior, onde fica três anos em um Posto, mais três anos em outro Posto, e retorna a Brasília, onde fica alguns anos, até o início de novo ciclo. Mas há espaço para flexibilidades. O diplomata poderá sair para fazer um Posto apenas, ou fazer três Postos seguidos antes de retornar a Brasília. Isso dependerá da conveniência pessoal de cada um. Ao final da carreira, o diplomata terá passado vários anos no exterior e vários no Brasil, e essa proporção dependerá essencialmente das escolhas feitas pelo próprio diplomata. Para evitar que alguns diplomatas fiquem sempre nos “melhores Postos” – um critério, aliás, muito relativo – e outros em Postos menos privilegiados, os Postos no exterior estão divididos em [quatro] categorias, [A, B, C e D], obedecendo a critérios não apenas de qualidade de vida, mas também geográficos, e é seguido um sistema de rodízio: após fazer um Posto C, por exemplo, o diplomata terá direito a fazer um Posto A [ou B], e após fazer um Posto A, terá que fazer um Posto [B, C ou D].
AS PROMOÇÕES
Ao tomar posse no Serviço Exterior, o candidato aprovado no concurso torna-se Terceiro-Secretário. É o primeiro degrau de uma escalada de promoções que inclui, ainda, Segundo-Secretário, Primeiro-
-Secretário, Conselheiro, Ministro de Segunda Classe (costuma-se dizer apenas “Ministro”) e Ministro de Primeira Classe (costuma-se dizer apenas “Embaixador”), nessa ordem. Exceto pela primeira promoção, de Terceiro para Segundo-Secretário, que se dá por tempo (quinze Terceiros Secretários são promovidos a cada semestre), todas as demais dependem do mérito, bem como da articulação política do diplomata. Nem todo diplomata chega a Embaixador. Cada vez mais, a competição na carreira é intensa e muitos ficam no meio do caminho. Mas, não se preocupem e também não se iludam: a felicidade não está no fim, mas ao longo do caminho!
DIRECIONAMENTO DA CARREIRA
Um questionamento frequente diz respeito à possibilidade de direcionamento da carreira para áreas específicas. É possível, sim, direcionar uma carreira para um tema (digamos, comércio internacional, direitos humanos, meio ambiente etc.) ou mesmo para uma região do mundo (como a Ásia, as Américas ou a África, por exemplo), mas isso não é um direito garantido e poderá não ser sempre possível. É preciso ter em mente que a carreira diplomática envolve aspectos políticos, econômicos e administrativos, e que existem funções a serem desempenhadas em postos multilaterais e bilaterais em todo o mundo, e n~o só nos países mais “interessantes”. Diplomatas est~o envolvidos em todas essas variantes e, ao longo de uma carreira, ainda que seja possível uma certa especialização, é provável que o diplomata, em algum momento, atue em áreas distintas daquela em que gostaria de se concentrar.
ASPECTOS PRÁTICOS E PESSOAIS
É claro que a vida é muito mais que promoções e remoções, e é inevitável que o candidato queira saber mais sobre a carreira que o papel do diplomata. Todos precisamos cuidar do nosso dinheiro, da saúde, da família, dos nossos interesses pessoais. Eu tentarei trazem um pouco de luz sobre esses aspectos.
DINHEIRO
Comecemos pelo dinheiro, que é assunto que interessa a todos. Em termos absolutos, os diplomatas ganham mais quando estão no exterior do que quando estão em Brasília. O salário no exterior, no entanto, é ajustado em função do custo de vida local, que é frequentemente maior que no Brasil. Ou seja, ganha-se mais, mas gasta-se mais. Se o diplomata conseguirá ou não economizar dependerá i) do salário específico do Posto , ii) do custo de vida local, iii) do câmbio entre a moeda local e o dólar, iv) do fato de ele ter ou não um ou mais filhos na escola e, principalmente, v) de sua propensão ao consumo. Aqui, não há regra geral. No Brasil, os salários têm sofrido um constante desgaste, especialmente em comparação com outras carreiras do Governo Federal, frequentemente obrigando o diplomata a economizar no exterior para gastar em Brasília, se quiser manter seu padrão de vida. Os diplomatas, enfim, levam uma vida de classe média alta, e a certeza de que não se ficará rico de verdade é compensada pela estabilidade do emprego (que não é de se desprezar, nos dias de hoje) e pela expectativa de que seus filhos (quando for o caso) terão uma boa educação, mesmo para padrões internacionais.
SAÚDE
Os diplomatas têm um seguro de saúde internacional que, como não poderia deixar de ser, tem vantagens e desvantagens. O lado bom é que ele cobre consultas com o médico de sua escolha, mesmo que seja um centro de excelência internacional. O lado ruim é que, na maioria das vezes, é preciso fazer o desembolso (até um teto determinado) para depois ser reembolsado, geralmente em 80% do valor, o que obriga o diplomata a manter uma reserva financeira de segurança.
FAMÍLIA : O CÔNJUGE
Eu mencionei, entre as coisas n~o t~o boas da carreira, “dificuldades no equacionamento da vida familiar”. A primeira dificuldade é o que fará o seu cônjuge (quando for o caso) quando vocês se mudarem para Brasília e, principalmente, quando forem para o exterior. Num mundo em que as famílias dependem, cada vez mais, de dois salários, equacionar a carreira do cônjuge é um problema recorrente. Ao contrário de certos países desenvolvidos, o Itamaraty não adota a política de empregar ou pagar salários a cônjuges de diplomatas. Na prática, cada um se vira como pode. Em alguns países é possível trabalhar. Fazer um mestrado ou doutorado é uma opção. Ter filhos é outra...
Mais uma vez, não há regra geral, e cada caso é um caso. O equacionamento da carreira do cônjuge costuma afetar principalmente – mas não apenas – as mulheres, já que, por motivos culturais, é mais comum o a mulher desistir de sua carreira para seguir o marido que o contrário2.
CASAMENTO ENTRE DIPLOMATAS
Os casamentos entre diplomatas não são raros. É uma situação que tem a vantagem de que ambos têm uma carreira e o casal tem dois salários. A desvantagem é a dificuldade adicional em conseguir que ambos sejam removidos para o mesmo Posto no exterior. A questão não é que o Ministério vá separar esses casais, mas que se pode levar mais tempo para conseguir duas vagas num mesmo Posto. Antigamente, eram frequentes os casos em que as mulheres interrompiam temporariamente suas carreiras para acompanhar os maridos. Hoje em dia, essa situação é exceção, não a regra.
FILHOS
Não posso falar com conhecimento de causa sobre filhos, mas vejo o quanto meus colegas se desdobram para dar-lhes uma boa educação. Uma questão central é a escolha da escola dos filhos, no Brasil e no exterior. No Brasil, a escola será normalmente brasileira, com ensino de idiomas, mas poderá ser a americana ou a francesa, que mantém o mesmo currículo e os mesmos períodos escolares em quase todo o mundo. No exterior, as escolas americana e francesa são as opções mais frequentes,
podendo-se optar por outras escolas locais, dependendo do idioma. Outra questão, já mencionada, é o custo da escola. Atualmente, não existe auxílio-educação para filhos de diplomatas ou de outros Servidores do Serviço Exterior brasileiro, e o dinheiro da escola deve sair do próprio bolso do servidor.
CÉSAR AUGUSTO VERMIGLIO BONAMIGO - Diplomata. Engenheiro Eletrônico formado pela UNICAMP. Pós- graduado em Administração de Empresas pela FGV-SP. Programa de Formação e Aperfeiçoamento - I (PROFA -
I) do Instituto Rio Branco, 2000/2002. No Ministério das Relações Exteriores, atuou no DIC - Divisão de Informação Comercial (DIC), 2002; no DNI - Departamento de Negociações Internacionais, 2003, e na DUEX - Divisão de União Europeia e Negociações Extrarregionais. Atualmente, serve na Missão junto à ONU (DELBRASONU), em NYC.
2 Conforme comunicado do MRE de 2010, é permitida a autorização para que diplomatas brasileiros solicitem passaporte diplomático ou de serviço e visto de permanência a companheiros do mesmo sexo. Outra resolução, de 2006, já permitia a inclusão de companheiros do mesmo sexo em planos de assistência médica.
Para tornar-se diplomata, é necessário ser aprovado no Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata (CACD), que ocorre todos os anos, no primeiro semestre (normalmente). O número de vagas do CACD, em condições normais, depende da vacância de cargos. Acho que a quantidade normal deve girar entre 25 e 35, mais ou menos. Desde meados dos anos 2000, como consequência da aprovação de uma lei federal, o Ministério das Relações Exteriores (MRE/Itamaraty3) ampliou seus quadros da carreira de diplomata, e, de 2006 a 2010, foram oferecidas mais de cem vagas anuais. Com o fim dessa provisão de cargos, o número de vagas voltou ao normal em 2011, ano em que foram oferecidas apenas 26 vagas (duas delas reservadas a portadores de deficiência física4). Para os próximos concursos, há perspectivas de aprovação de um projeto de lei que possibilitará uma oferta anual prevista de 60 vagas para o CACD, além de ampliar, também, as vagas para Oficial de Chancelaria (PL 7579/2010). Oficial de Chancelaria, aproveitando que citei, é outro cargo (também de nível superior) do MRE, mas não integra o quadro diplomático. A remuneração do Oficial de Chancelaria, no Brasil, é inferior à de Terceiro-Secretário, mas os salários podem ser razoáveis quando no exterior. Já vi muitos casos de pessoas que passam no concurso de Oficial de Chancelaria e ficam trabalhando no MRE, até que consigam passar no CACD, quando (aí sim) tornam-se diplomatas.
Para fazer parte do corpo diplomático brasileiro, é necessário ser brasileiro nato, ter diploma válido de curso superior (caso a graduação tenha sido realizada em instituição estrangeira, cabe ao candidato providenciar a devida revalidação do diploma junto ao MEC) e ser aprovado no CACD (há, também, outros requisitos previstos no edital do concurso, como estar no gozo dos direitos políticos, estar em dia com as obrigações eleitorais, ter idade mínima de dezoito anos, apresentar aptidão física e mental para o exercício do cargo e, para os homens, estar em dia com as obrigações do Serviço Militar). Os aprovados entram para a carreira no cargo de Terceiro-Secretário (vide hierarquia na próxima seç~o, “Carreira e Salrios”). Os aprovados no CACD, entretanto, não iniciam a carreira trabalhando: há, inicialmente, o chamado Curso de Formação, que se passa no Instituto Rio Branco (IRBr). Por três semestres, os aprovados no CACD estudarão no IRBr, já recebendo o salário de Terceiro-Secretário (para remunerações, ver a próxima seç~o, “Hierarquia e Salrios).
O trabalho no Ministério começa apenas após um ou dois semestres do Curso de Formação no IRBr (isso pode variar de uma turma para outra), e a designação dos locais de trabalho (veja as subdivisões do MRE na página seguinte) é feita, via de regra, com base nas preferências individuais e na ordem de classificação dos alunos no Curso de Formação.
3 O nome “Itamaraty” vem do nome do antigo proprietrio da sede do Ministério no Rio de Janeiro, o Bar~o Itamaraty. Por metonímia, o nome pegou, e o Palácio do Itamaraty constitui, atualmente, uma dependência do MRE naquela cidade, abrigando um arquivo, uma mapoteca e a sede do Museu Histórico e Diplomático. Em Brasília, o Palácio Itamaraty, projetado por Oscar Niemeyer e inaugurado em 1970, é a atual sede do MRE. Frequentemente, “Itamaraty” é usado como sinônimo de Ministério das Relações Exteriores.
4 Todos os anos, há reserva de vagas para deficientes físicos. Se não houver número suficiente de portadores de deficiência que atendam às notas mínimas para aprovação na segunda e na terceira fases do concurso, que têm caráter eliminatório, a(s) vaga(s) restante(s) é(são) destinada(s) aos candidatos da concorrência geral.
O IRBr foi criado em 1945, em comemoração ao centenário de nascimento do Barão do Rio Branco, patrono da diplomacia brasileira. Como descrito na página do Instituto na internet, seus principais objetivos são:
harmonizar os conhecimentos adquiridos nos cursos universitários com a formação para a carreira diplomática (já que qualquer curso superior é válido para prestar o CACD);
desenvolver a compreensão dos elementos básicos da formulação e execução da política externa brasileira;
iniciar os alunos nas práticas e técnicas da carreira.
No Curso de Formação (cujo nome oficial é PROFA-I, Programa de Formação e Aperfeiçoamento - obs.: n~o sei o motivo do “I”, n~o existe “PROFA-II”), os diplomatas têm aulas obrigatórias de: Direito Internacional Público, Linguagem Diplomática, Teoria das Relações Internacionais, Economia, Política Externa Brasileira, História das Relações Internacionais, Leituras Brasileiras, Inglês, Francês e Espanhol. Há, ainda, diversas disciplinas optativas à escolha de cada um (como Chinês, Russo, Árabe, Tradução, Organizações Internacionais, OMC e Contenciosos, Políticas Públicas, Direito da Integração, Negociações Comerciais etc.). As aulas de disciplinas conceituais duram dois semestres. No terceiro semestre de Curso de Formação, só há aulas de disciplinas profissionalizantes. O trabalho no MRE começa, normalmente, no segundo ou no terceiro semestre do Curso de Formação (isso pode variar de uma turma para outra). É necessário rendimento mínimo de 60% no PROFA-I para aprovação (mas é praticamente impossível alguém conseguir tirar menos que isso). Após o término do PROFA-I, começa a vida de trabalho propriamente dito no MRE. Já ouvi um mito de pedida de dispensa do PROFA I para quem já é portador de título de mestre ou de doutor, mas, na prática, acho que isso não acontece mais.
Entre 2002 e 2010, foi possível fazer, paralelamente ao Curso de Formação, o mestrado em diplomacia (na prática, significava apenas uma matéria a mais). Em 2011, o mestrado em diplomacia no IRBr acabou.
Uma das atividades comuns dos estudantes do IRBr é a publicação da Juca, a revista anual dos alunos do Curso de Formação do Instituto. Segundo informações do site do IRBr, “[o] termo ‘Diplomacia e Humanidades’ define os temas de que trata a revista: diplomacia, ciências humanas, artes e cultura. A JUCA visa a mostrar a produção acadêmica, artística e intelectual dos alunos da academia diplomática brasileira, bem como a recuperar a memória da política externa e difundi-la nos meios diplomático e acadêmico”. Confira a página da Juca na internet, no endereço: http://juca.irbr.itamaraty.gov.bpt-bMain.xml.
Para saber mais sobre a vida de diplomata no Brasil e no exterior, sugiro a conhecida “FAQ do Godinho” (“FAQ do Candidato a Diplomata”, de Renato Domith Godinho), disponível para download no link: http://relunb.files.wordpress.com/2011/08/faq-do-godinho.docx. Esse arquivo foi escrito há alguns anos, então algumas coisas estão desatualizadas (com relação às modificações do concurso, especialmente). De todo modo, a parte sobre o trabalho do diplomata continua bem informativa e atual.
MEUS ESTUDOS PARA O CACD – http://relunb.wordpress.com
submitted by diplohora to brasilCACD [link] [comments]


2020.07.21 21:22 SucataCoin Sucata Coin - Mercado

Sucata Coin - Mercado


Mercado

O mercado de SBR é uma loja descentralizada aberta para todos os bens digitais. Você pode vender ou adquirir software, música, vídeo ou qualquer outro tipo de bem digital aqui. De certa forma, é como comprar um produto eletrônico da Amazon ou eBay, você navega nos produtos disponíveis, faz um pedido e o vendedor envia informações sobre como fazer o download do bem (geralmente um link) dentro do sistema SBR. Acessando o SBR Marketplace Para usar o Marketplace, você deve estar executando o cliente SBR versão 1.11.15 ou posterior. Se você não souber instalar o cliente SBR, consulte a página de introdução ou a página de problemas e resoluções comuns, caso esteja com problemas. Guias rápidos Compra no mercado Ok, então você não quer ler o manual inteiro apenas para comprar algo no mercado digital. Aqui está uma breve descrição com as informações mais essenciais sobre como fazê-lo: Clique no menu "Mercado" e, em seguida, em "Produtos mais novos", agora você verá uma lista de produtos que estão à venda. Quando encontrar o produto que deseja comprar, clique no nome e, no pop-up, insira a quantidade, o prazo de entrega (quanto tempo você deseja esperar que o vendedor entregue até a transação ser cancelada), observação (opcional) e sua senha. Verifique o preço e pressione o botão de compra. O pedido agora foi feito no menu "produtos adquiridos" e aqui você pode ver o status do pedido. Quando o vendedor entregar a mercadoria, ele será exibido como "Status do pedido: concluído". Clique no nome e, na janela pop-up, digite sua senha e pressione 'decifrar' para ver a mensagem do vendedor. A mensagem deve conter informações sobre onde você pode buscar seu bem digital, parabéns! Agora você tem a opção de deixar um feedback para o vendedor (é privado, ou seja, apenas o vendedor poderá vê-lo). Pressione o botão "enviar comentários", insira seus comentários e sua senha e pressione "enviar comentários" e pronto! Venda no mercado Aqui está uma breve descrição com as informações mais essenciais sobre como vender um bem digital: Clique no menu "Mercado" e, em seguida, "Listar produtos à venda". Na janela pop-up, insira um nome, descrição, tags (opcional), preço (por mercadoria), quantidade de mercadorias disponíveis e senha. Em seguida, pressione o botão "colocar à venda". Depois que sua listagem for incluída em um bloco (geralmente acontece após 1 a 2 minutos), ela será exibida no menu "Produtos mais recentes". Agora tudo que você precisa fazer é esperar pelos compradores. Quando alguém fizer um pedido para comprar uma mercadoria, ele será exibido no menu "Meus pedidos pendentes". Vá aqui e pressione o botão "entregar mercadorias". Na janela pop-up, digite sua senha para descriptografar a mensagem do comprador. Em seguida, insira detalhes de como o comprador pode fazer o download do seu bem digital no campo de dados, insira desconto (opcional) e sua senha. Por fim, pressione o botão "entregar compra" para finalizar a compra. Agora você pode ver o pedido concluído no menu "Meus pedidos concluídos". Aqui você pode ver se o comprador enviou comentários e você também pode reembolsar a compra. A interface Com o servidor em execução, acesse a interface SBR do seu cliente visitando http: // localhost: 36876 / (ou https: // localhost: 36876 / se você ativou o SSL). Na barra lateral, clique no menu Marketplace, para acessar as seguintes opções: Produtos mais recentes: Aqui você pode navegar, pesquisar e comprar produtos no mercado. Se você deseja comprar um bem digital, este é o lugar certo! Produtos comprados: Esta página listará todos os seus produtos comprados anteriormente. Meus produtos à venda: lista os itens que você está vendendo no mercado e permite atualizar algumas propriedades de suas vendas. Meus pedidos pendentes: aqui você verá pedidos pendentes de usuários que desejam comprar seus produtos digitais. Meus pedidos concluídos: mostra todos os pedidos que foram entregues e se você recebeu feedback do seu cliente. Listar produtos à venda: Uma janela será exibida, permitindo que você liste um novo bem digital no mercado. Menu Produtos mais recentes Todos os produtos digitais são listados em ordem de data, mostrando primeiro a entrada mais nova. Cada entrada possui um Nome, Preço, Descrição, além de uma conta do Vendedor e um ID do produto. Opcionalmente, uma entrada também pode ter uma tag, que é palavra-chave para ajudar a descrever que tipo de produto está sendo listado. Ao clicar no nome, você poderá comprar o item no mercado Quantidade: o número de itens que você deseja comprar, campo obrigatório. Ao atualizar a quantidade, o preço será atualizado automaticamente para refletir o custo total. Prazo de entrega: quanto tempo (horas) você está disposto a esperar antes que a compra seja excluída automaticamente, a menos que o vendedor tenha entregue o campo obrigatório bom. Nota: Um campo de texto livre, que somente o vendedor poderá ler, pois será criptografado, campo opcional. Frase secreta: digite sua frase secreta, campo obrigatório. Quando você concluir sua compra, o dinheiro que você pagou será mantido em custódia pelo nxt blockchain até que o vendedor entregue a mercadoria e o vendedor obtenha o dinheiro ou o prazo de entrega tenha passado, o que reembolsará o dinheiro para vocês. Menu Produtos comprados Esta seção mostra todas as suas compras anteriores, incluindo aquelas que concluíram, aqueles que estão em andamento. Data do pedido: data em que você enviou a compra. Status do pedido: Tentativa, a transação não foi confirmada (ainda não incluída em um bloco). Pendente, ele está incluído em um bloco, mas o vendedor ainda não o entregou. Completo, o vendedor entregou o bem. Prazo de entrega: se o vendedor não tiver entregue a mercadoria até essa data, a compra será cancelada (mostrada apenas quando o status do pedido não estiver completo). Preço: o preço que você pagou pelos produtos. Quantidade: o número de itens que você comprou. Feedback: indica se você enviou um feedback ou não (mostrado apenas quando o status do pedido está completo e você enviou um feedback). Meus produtos à venda menu Os itens que você está vendendo atualmente serão mostrados nesta página. Aqui você também pode alterar o preço ou a quantidade de qualquer produto ou excluí-lo totalmente do mercado. DGS meus produtos para sale.png Para alterar o preço de um produto, clique no botão "Alterar preço" e você verá uma janela pop-up onde especificará o novo preço (obrigatório) e a senha (obrigatório). Depois de clicar no botão "alterar preço", ele será enviado. Alterar quantidade funciona da mesma maneira que alterar preço, especifique nova quantidade (obrigatório) e senha (obrigatório) e pressione 'alterar quantidade' e sua atualização será enviada. A exclusão é ainda mais simples, pois requer apenas a sua senha (obrigatória). Depois de clicar em "excluir meu item", ele será removido da opção de menu "produtos mais recentes". Menu Meus pedidos pendentes Depois que um usuário comprar uma de suas mercadorias e o pedido estiver pendente, você verá esse pedido de compra neste item de menu. Cada pedido pendente inclui informações sobre o produto que você está vendendo: DGS my orders.png pendente Data do pedido: a data e a hora em que o comprador fez o pedido. Prazo de entrega: a data e a hora em que o pedido será cancelado automaticamente e não entregue. Preço: o preço do bem, multiplique pela quantidade, se você quiser a soma total. Quantidade: a quantidade de produtos que foram pedidos. Comprador: o endereço do comprador, clique aqui para ver detalhes das transações, ativos, etc. do usuário ID do produto: o produto que você está vendendo. Ao clicar em "Entregar mercadorias", uma janela pop-up será exibida, onde você deve inserir detalhes sobre como seu cliente pode buscar ou fazer o download do bem digital que você está vendendo. Dados: texto livre que será enviado ao comprador (obrigatório) Desconto: aqui pode dar ao comprador um desconto (opcional) Senha: sua senha (obrigatória) para criar a entrega. Menu Meus pedidos concluídos Como vendedor, é aqui que você encontrará todos os pedidos concluídos anteriormente. DGS meus orders.png concluídos Data do pedido: a data e a hora em que o comprador fez o pedido. Status do pedido: sempre estará "concluído" nesta página. Preço: o preço do bem, multiplique pela quantidade, se você quiser a soma total. Quantidade: a quantidade de produtos que foram pedidos. Feedback: indica se você recebeu feedback do comprador (mostrado apenas quando você recebeu feedback). Vendedor: sempre será "Você" e um link para sua conta SBR. ID do produto: o produto que você vendeu. E se você clicar em um pedido, verá uma janela pop-up onde poderá ver a mensagem 'Entregar mercadorias' que você enviou anteriormente, bem como comentários do cliente, se o cliente tiver enviado alguma. Listar produto à venda menu Se você deseja vender um produto no mercado, este é o primeiro item de menu que você deve visitar. Ao clicar aqui, será apresentada uma janela pop-up, onde você poderá especificar detalhes sobre o produto que está vendendo. Quando terminar, ele será mostrado na parte superior dos "Produtos mais recentes". Nome: o nome do produto (obrigatório). Descrição: aqui você pode inserir mais detalhes sobre o produto (obrigatório), talvez adicione um link para um site em que você apresenta o produto em detalhes. Tags: insira até 3 tags separadas por vírgula (opcional). Uma tag é uma palavra-chave que ajuda a descrever que tipo de produto está sendo listado. Preço: o preço em SBR pelo qual você deseja vender cada mercadoria (obrigatório). Quantidade: o número de mercadorias que você tem em estoque. Isso diminuirá sempre que um comprador comprar de você. Senha: sua senha (obrigatória) para listar o produto.


https://preview.redd.it/ffjfy7wsg9c51.png?width=1357&format=png&auto=webp&s=9ed55a4a990c4bb3a8fd5d2ead3b7a2ba411ac8b

https://preview.redd.it/hj15ul0vg9c51.png?width=1364&format=png&auto=webp&s=e44887eec938afb1510055b8366e733c3fdbec07
submitted by SucataCoin to u/SucataCoin [link] [comments]


2020.05.13 22:42 AdamSC1 [Portuguese] Community Points FAQ

Nota importante:
A versão beta do programa Community Points está na rede Rinkeby. Se você não souber o que isso significa - não remova os tokens de pontos da comunidade do Reddit do Reddit Vault tentando integrar outras carteiras da Ethereum ou enviando-os para contratos inteligentes.
O que são pontos da comunidade
Os pontos da comunidade são uma nova iniciativa do Reddit. São pontos que representam a propriedade de um subreddit.
Cada comunidade receberá seus próprios pontos de comunidade que eles obterão como nome e design.
Onde os pontos da comunidade são armazenados?
Os pontos da comunidade são um tipo de "token" "Ethereum" que é armazenado em uma "blockchain" - assim como o Bitcoin!
Isso significa que, depois de ganhar os tokens, você os possui.
Você pode armazená-los em seu "Reddit Vault" ou em uma carteira tradicional do Ethereum.
Quantos pontos comunitários existem?
Há um total de 250 milhões de cada tipo de ponto da comunidade.
Portanto, o subreddit / r / Cryptocurrency terá no máximo 250M de tokens "$ MOON", mas outro subreddit terá no máximo 250M de seu próprio token.
Todos os 250M tokens / pontos são liberados imediatamente?
Não. Para começar, haverá apenas 50M de cada token. Eles serão concedidos aos usuários com base nas postagens que eles fizeram anteriormente no subreddit.
Os outros 250 milhões de tokens serão concedidos lentamente semanalmente.
O valor concedido a cada semana é o mesmo?
Não. A quantidade de tokens concedidos ficará menor a cada semana, e durará até que os 250M tokens sejam criados. A data estimada para isso é em algum momento de 2050.
Como ganho Pontos / Tokens da Comunidade?
Você ganhará os tokens com base em suas contribuições para o subreddit.
Quando você faz uma postagem ou um comentário que é votado, você ganha uma parte dos tokens que são distribuídos pelo sistema naquela semana.
Outros usuários também podem "dar gorjeta" a você. Isso significa que eles fornecerão alguns dos tokens que ganharam.
Para que posso usar pontos / tokens da comunidade?
Você pode usar os tokens para comprar "Associações Especiais" para cada subreddit individual.
Essas associações oferecem recursos especiais no subreddit. Esses incluem:
Quanto custa a associação especial?
A "Associação Especial" para um subreddit varia de custo entre diferentes tokens.
No subreddit / r / Cryptocurrency, a associação custa 1000 MOONS por mês.
O que acontece com os pontos / tokens da comunidade que eu uso para a associação especial?
Quando você usa seus tokens para a "Associação Especial", esses tokens serão "queimados" - que é uma gíria de criptomoeda destruída.
Isso significa que sempre haverá menos de 250 milhões de tokens, pois eles continuarão a ser usados ​​horas extras.
Posso usar pontos / tokens da comunidade para mais alguma coisa?
Sim.
Você também poderá usar os tokens que ganhou para votar em pesquisas ponderadas ou enviar uma dica para outros usuários.
Por fim, por ser um token ERC-20 Ethereum, você pode transferi-lo para outros sites e integrá-lo a outros produtos. Isso permite que você compre, venda, negocie e use o token onde quiser.
O que é o Reddit Vault?
O "Reddit Vault" é uma seção especial do aplicativo móvel do Reddit que permite conectar-se a uma carteira com Ethereum. Nesta seção, você poderá reivindicar seus tokens, ver seus saldos de tokens e resgatar os tokens.
Às vezes, seu Reddit Vault também pode ser chamado de "carteira", pois essa é a terminologia comum na indústria de blockchain.
Como criar um Reddit Vault?
Você pode criar seu Reddit Vault no aplicativo Reddit no iOS e Android.
Você clicará no seu perfil e selecionará "Vault" e ele o guiará pelas etapas.
Se precisar de instruções mais detalhadas, consulte as instruções detalhadas
Preciso usar o Reddit Vault como minha carteira?
Não. Você não precisa usar o Reddit Vault como sua carteira - mas isso permite que você faça o backup da sua carteira no Reddit.
Se você deseja usar uma carteira Ethereum diferente, como o MetaMask ou o Brave Browser, pode importar sua 'frase inicial' da criação dessa carteira.
Isso é recomendado apenas para usuários experientes de criptomoedas.
Você pode encontrar as instruções para importar sua carteira existente para o Reddit Vault aqui
Se eu criar uma carteira usando o Reddit Vault, posso usá-la em outro lugar?
Sim.
Se você estiver criando sua primeira carteira de criptomoeda usando o Reddit Vault, convém importar essa carteira para um software diferente, como MetaMask ou 'Brave Browser'.
Você pode seguir estas instruções:
Certifique-se de definir sua carteira MetaMask ou Brave Browser Wallet para usar a rede de teste Rinkeby.
O que é a "Frase semente"?
Uma frase inicial é um conjunto de 12 palavras aleatórias usadas pelo software da carteira para ajudar a gerar nossa "chave pública" e "chave privada" que compõem sua carteira.
A frase inicial é a única maneira de recuperar uma carteira de criptomoeda se você perder nossa chave privada.
Onde devo guardar minha frase inicial?
Sua frase inicial deve ser armazenada em um local seguro. Idealmente, você não deve manter a frase inicial em uma imagem (no telefone) ou em um arquivo baixado ou em um bloco de notas digital.
É melhor anotar sua frase inicial ou usar um gerenciador de senhas como o LastPass para armazená-la com segurança.
Se eu perder minha frase inicial, o Reddit pode recuperar meus pontos de comunidade?
Não.
Se você perder sua frase inicial e não possuir sua chave privada, ninguém poderá ajudá-lo a recuperar sua carteira ou seus tokens. Eles estão perdidos para sempre.
Posso perder pontos do meu saldo?
Não.
Depois de reivindicar, você reivindicou seus pontos que estão na sua carteira na blockchain Ethereum. Ninguém pode tirar esses pontos de você. Nem mesmo a equipe do Reddit.
Você não perderá pontos por votos negativos em seus comentários ou em suas postagens. Você aprenderá apenas uma porcentagem menor de tokens na distribuição da próxima semana.
O que é uma chave pública?
Sua chave pública (também chamada de "endereço da carteira") é o seu endereço na blockchain. É semelhante a um endereço postal, pois identifica você e permite que as pessoas lhe enviem transações blockchain, semelhante à maneira como alguém pode enviar e-mail para o seu endereço residencial.
Assim como um endereço residencial, as informações não são particulares, mas são confidenciais. Você provavelmente não quer que todos tenham o endereço.
Sua chave pública será uma grande quantidade de números e letras, mas no Ethereum sempre começará com "0x"
O que é uma chave privada?
Uma chave privada é como sua senha. São informações privadas que devem ser mantidas em segurança.
Você nunca pode alterar sua chave privada. Portanto, se ficar comprometido, mesmo que você precise fazer uma nova carteira.
Nunca compartilhe sua chave privada com ninguém. Sempre.
A equipe do Reddit precisará conhecer minha frase inicial ou minha chave privada?
Não nunca.
Posso comprar / vender Community Points / Tokens?
Não há trocas por esses tokens, pois eles estão atualmente na rede de teste de Rinkeby.
submitted by AdamSC1 to CommunityPointsHelp [link] [comments]


2019.10.10 19:40 simonekama Automação Instagram para ganhar seguidores no Instagram reais.

Automação Instagram para ganhar seguidores no Instagram reais.
Conheça o segredo para ganhar seguidores no Instagram através de automação e também aprenda a baixar video do Instagram.

Além de seguidores no Instagram, precisa vender mais ?

Confira essas dicas abaixo que vão te ajudar:
Se você tem a impressão que vender no Instagram é algo difícil, fique tranquilo que iremos desmistificar isso pra você.

Os erros cometidos em quem quer aumentar suas vendas no Instagram:

– Somente postar propaganda!
Você transformar seu perfil em um perfil de spam e propagandas sem fim, diminui e muito o alcance do seu perfil.
– Tentar vender sem criar autoridade no perfil do Instagram.
É muito difícil uma pessoa comprar de você se ela não reconhece em você um porto seguro no tema.

Saiba que através de automação Instagram, você pode aumentar seus resultados seguindo alguns passos.

Hoje o Instagram é a maior rede social do mundo , inclusive é a rede que mais cresce em 2019 . Quando se pensa em seguidores para Instagram , automaticamente você já pensa em pessoas famosas , mas , saiba que hoje todo mundo pode ter muito mais usuários acompanhando suas postagens .
Com o aumento de uso da plataforma, aumentou também o número de plataformas que prometem mais seguidores para Instagram e esse post é pra explicar sobre essas ferramentas .
Grande parte delas é baseada em interações , ou seja , você cadastra seu perfil , configura seu público alvo e a partir daí o sistema segue, deixa de seguir e da likes nas postagens do público que você pré determinou , com isso , vários usuários vão retribuindo sua interação e com isso você aumenta seu número de amigos .

A evolução do Instagram

O Instagram costumava ser um aplicativo realmente básico. Você tirava uma foto. Colocava um filtro nela (para ficar mais bonita), e compartilhava com o seu pequeno número de seguidores no Instagram.
Era isso. Nada chique.
Esse já não é mais o caso.
Atualmente, o Instagram possui uma tonelada de recursos.
Quando o Snapchat começou a atrair milhões de seguidores e apps como o Periscope começaram a utilizar vídeos ao vivo, o Instagram teve que se apressar para oferecer esses recursos também.

Uma coisa importante para ter seguidores no Instagram e curtidas, é necessário saber como funciona o algoritmo do Instagram.

Como era antes?

Antes a rede social enviava o seu conteúdo pra todos ou quase todos seus seguidores de maneira até desordenada.
Com isso, os usuários recebiam muitas vezes publicações que não eram do próprio interesse, tornando a rede social muitas vezes enjoativa.

Como funciona agora?

Agora a rede social filtra as postagens de acordo com o seu interesse e você recebe um conteúdo muito mais qualificado de acordo com seus gostos.

E como é determinado o meu gosto pessoal?

De acordo com suas interações no Instagram. Por exemplo:
Você curtiu a postagem de um prato de comida que gostou. Com isso, o Instagram vai entender que você gosta de determinado conteúdo daquele perfil e sempre irá mostra-lo a você.
O inverso também serve, ou seja, se você postar determinado conteúdo e seus seguidores gostarem, ele irá aparecer com mais frequência para eles.

E se determinado usuário não curtir o meu conteúdo, como isso impacta em ganhar seguidores no Instagram?

O Instagram irá determinar que seu conteúdo não é mais interessante para esse usuário e deixar de enviar para ele.

Como melhorar meu algoritmo e ganhar seguidores no Instagram?

Conteúdo é tudo

Desde a difusão do Inbound Marketing, o conteúdo se tornou o centro das ações no marketing digital. Com uma proposta diferenciada do marketing tradicional, o Inbound coloca as empresas como especialistas que compartilham seus conhecimentos. Dessa forma, não é preciso chegar até o público de maneira invasiva.
Mas já que não invadimos o espaço do prospect, como ele chega até nós? A ideia principal é criar um conteúdo de qualidade, 100% adequado ao que o seu público consome pela Internet.
Essa presença não se resume a anúncios diretos com botões de compra ou contato direto com a equipe de vendas. Trata-se de um conteúdo educativo que irá, de fato, ajudar a persona a solucionar uma determinada dor.
É importante aceitar de antemão que o marketing de conteúdo veio com tudo e tomou conta das estratégias de sucesso. E essa mesma lógica também aplicada às redes sociais. Por isso é importante saber como criar conteúdo para o Instagram para atingir os melhores resultados.

Como criar conteúdo para Instagram?

Você já parou para pensar na quantidade de conteúdos que aparecem nas redes sociais todos os dias?
Se você abrir o Instagram agora e olhar com um pouco mais de criticidade, vai entender o que estamos falando.
A quantidade de imagens de produtos e anúncios – fora as fotos de seus amigos, moods, tbts – é absurda.
Agora, o que determina qual post chama mais atenção das pessoas? O que está por trás do contéudo que realmente dá certo no Instagram?
Depois de pensar muito nisso e analisar nossos conteúdos que bombaram, chegamos à seguinte resposta:
Os 3 principais requisitos para um conteúdo que dá certo no Instagram são: objetivo, persona e estratégia.

Aprenda agora a baixar video do Instagram para ter um conteúdo bacana.

Não sabe como pegar a URL da foto ou video para baixar video do Instagram?

É um processo bem simples, abra seu Instagram, vá até a publicação(foto ou video) que deseja baixar, clique na parte superior da propriedade, vai abrir um menu, clique em copiar link. Pronto, agora cole no formulário acima e clique no botão, o sistema vai baixar video ou fotos do Instagram como uma mágica para você.

Stories, foque nos STORIES. Isso vai ajudar muito a ganhar seguidores no Instagram.

Você sabia que o stories é uma função de enorme engajamento no Instagram?
As chances de uma empresa dar certo é pela junção de três estratégias: humor, interação e bons conteúdos.
Se tudo isso estiver, pelo menos, nos stories, seu sucesso já está um passo a frente de ser garantido.
Claro que não é apenas isso, mas se me perguntasse quais as principais formas de conquistar o público, eu apontaria essas três acima.
Um perfil que possui stories interativos e com bons conteúdos tem mais chances de engajamento.
Mas, claro, que toda regra tem exceção!
Outra boa ideia para usar e tornar seu stories mais interativos é fazendo enquetes. As pessoas amam respondê-las e é uma ótima oportunidade de conhecer seu seguidores.
Você pode fazer perguntas sobre eles ou sobre algum de seus produtos ou serviços. Isso vai ajudar bastante seu negócio!
E para não ficar somente nas enquetes para conhecer seu público, teste outras funções, como a perguntas e respostas.

Saiba quais são as principais hashtags do seu negócio para ter seguidores no Instagram.

O Instagram é movido pelas hashtags, por isso, é ideal que você pesquise quais são as principais hashtags relacionadas ao seu negócio. Através delas, poderá saber quais termos colocar em seus posts do Instagram, quais temas abordar e quais são os tipos de posts que mais recebem curtidas e comentários.
A segunda estratégia por trás das hashtags é você procurar por tags que estão relacionadas ao seu perfil. Quando você faz a busca, você encontra termos relacionados ao que procurou, visualiza as principais publicações e as publicações mais recentes.
Por isso, é tão comum que perfis de moda utilizem #lookdodia, #tendência, #fashion e outras hashtags que ajudam a categorizar seus conteúdos, por exemplo — e assim, cada segmento utiliza as tags que melhor se aplicam à sua realidade. Outra novidade é que também é possível seguir hashtags, o que amplia ainda mais as chances de você ser encontrado por meio delas e ganhar curtidas no Instagram.

Como deixar meu perfil bem estruturado para ter seguidores no Instagram:

Perfil de negócios com preenchimento de informações.

Para que o perfil da sua companhia tenha mais chances de se consolidar é importante que esteja modalidade de perfil empresarial. Basta ir até o menu de configurações do aplicativo e mudar o perfil para comercial. Ressalto que para realizar essa mudança é necessário ter um perfil de Facebook para fazer a vinculação. Complete o preenchimento das informações como e-mail, endereço e telefone, algo importante para que seus clientes possam entrar em contato.

Nome curto e marcante.

Quanto mais letras tiver o seu @ mais difícil será para que seus consumidores encontrem o seu perfil. Observe ainda que empresas que possuem nomes muito longos podem não conseguir escrevê-los inteiros por falta de caracteres. Mesmo reduzindo o nome do @ você pode e deve adicionar o nome inteiro da sua organização no campo de nome dos dados a serem preenchidos de maneira que ele apareça em destaque.
Como usar o Instagram no PC e ter mais facilidade de usar certa automação Instagram?

Instagram no PC

Apesar de ter sido originalmente criado para ser utilizado em dispositivos móveis, como já citamos, é possível utilizar em seu computador, na versão desktop. Basta acessar o site do Instagram e navegar entre os conteúdos das pessoas que você segue e tanto gosta de acompanhar.
Diretamente pelo computador você também pode baixar video do Instagram como foi explicado anteriormente e facilitar o desempenho do seu perfil.

O que é o shadowban do Instagram?

O termo “shadowban” existe desde 2006, mas só há poucos anos se disseminou pelo público digital. Por definição, um shadowban é o ato de bloquear o usuário de uma rede social de forma que ele não perceba que foi banido.
Em 2016 o termo começou a ser utilizado em relação ao Instagram e, em 2017, passou a ser mais conhecido pelos marketeiros. Apesar disso, muita gente ainda não sabe o que significa.
O shadowban no Instagram acontece quando seu conteúdo deixa de aparecer em feeds de hashtags, de localização ou até mesmo na aba Explorar. Dessa forma, seus posts só aparecem para as pessoas que já te seguem, o que pode diminuir bastante o alcance e a conquista de novos públicos. Isso faz com que o uso de hashtags estratégicas e localizações caia por terra totalmente, já que ninguém novo vai ser atingido pelos seus posts.

Não confunda com o algoritmo do Instagram

Quedas no alcance e pouco crescimento de perfil também podem estar relacionadas ao algoritmo do Instagram. E você precisa entender bem a diferença entre ele e o shadowban.
Desde junho de 2016, o Instagram vem aperfeiçoando o algoritmo da ferramenta para que os usuários tenham, cada vez mais, experiências melhores dentro da rede social. Isso incluiu, por exemplo, a mudança do feed cronológico para um feed de relevância. Hoje em dia, a gente vê com preferência os posts que mais importam pra gente.

Como funciona a automação Instagram?

Geralmente as ferramentas de automação para Instagram são utilizadas com o objetivo de crescer o número de seguidores.
Entretanto, antes de contratar uma plataforma, é necessário que você tenha em mente que as ferramentas de automação têm como objetivo executar automaticamente tarefas que você perderia muito tempo fazendo manualmente.

Principais vantagens de investir em automações.

  • Conta ativa mesmo quando você está offline
  • Aumento de seguidores muito mais rápido
  • Mais engajamento da sua empresa com usuários
  • Melhora o relacionamento com os seguidores (afinal você irá responder o que eles perguntam rápido, vai poder começar uma conversa, etc.)
  • Fortalecimento da marca
  • Automatizar processos repetitivos que os profissionais de rede sociais costumam fazer manualmente\
Mais vantagens de usar automação Instagram:

Realiza ações repetitivas

Acessar o perfil todos os dias, curtir fotos, comentá-las e enviar agradecimentos aos novos seguidores podem ser tarefas exaustivas e que fazem perder um tempo considerável.
Com o uso de um aplicativo de automação, ele é o responsável por fazer esse tipo de interatividade e deixá-lo livre para outros compromissos.

Atrai novas pessoas ao seu perfil

É um hábito comum entre os usuários do Instagram entrarem no perfil de um novo seguidor, e decidir se o segue de volta. Quando a ferramenta é ativada, ela passa a seguir novas pessoas, que tendem a entrar em seu perfil e por serem pré-dispostas ao que você vende, podem ter interesse em segui-lo.

Otimiza o tempo

O tempo que você gastaria com seguir pessoas, curtir fotos/vídeos e agradecer novos seguidores pode ser aproveitado para outras ações que geram uma série de benefícios ao seu negócio. É uma das vantagens que convencem as pessoas a investirem em uma das ferramentas que gerenciam as contas do Instagram.
Como Usar o Instagram de Forma Profissional?
O Instagram é uma rede social que tem crescido muito para divulgação de produto, aumentar o tráfego de site e de blog. Por isso, é importante trabalhar alguns elementos que fazem com que os seguidores reais encontrem os perfis profissionais que são mais interessantes no momento.
Além disso, para transformar o Instagram em um negócio é crucial usar alguns elementos que despertam o engajamento para gerar maior interação no perfil.
Entretanto, pessoas ou marcas que querem saber como usar o Instagram de forma profissional, precisam conhecer artifícios que ajudam a criar conexão com o Público-Alvo.
No entanto, a automação no Instagram é uma forma de dominar as artes dessa mídia e levar o negócio para um outro nível.
Automação Instagram não é Compra de Seguidores.
Para ter o controle disso, é necessário uma ferramenta de automação no Instagram que pode fazer toda a diferença na estratégia e potencializar o alcance do que se publica.
A grande sacada é uma combinação de um conteúdo excelente e ferramentas de gerenciamento que facilitam e aumentam a produtividade de quem trabalha com marketing nas redes sociais.
Para quem é gerente de contas em uma agência, pequeno empreendedor, influenciador digital ou profissional responsável por gerar resultados com o Instagram, a automatização vai facilitar muito o trabalho.
É muito fácil transformar seguidores em clientes. Mas para isso, além da automação no Instagram, é necessário conhecer as ações de Marketing que vão fazer o Instagram trabalhar automaticamente!
  • Tenha um perfil empresarial;
  • Conheça bem o mercado;
  • Saiba quem é o público;
  • Crie conteúdo relevante para quem vai consumi-lo;
  • Utilize hashtags estratégicas;
  • Conteúdo recorrentes para gerar mais consistência;
  • Valorize o público;
  • Analise as métricas;
  • Parcerias com influenciadores;
  • Transforme seguidores em leads e leads em clientes.
Executar todas essas ações pode ser trabalhoso e demandar muito tempo, que poderia ser otimizado com a ajuda de uma automação no Instagram. Por isso, a automação é recomendável para quem quer ter um bom negócio online usando o Instagram com as estratégias de automação.

Qual automação Instagram vocês do Blog Estratégia 10k recomendam?

O Maisgram oferece um serviço diferenciado para seu Instagram, aumente sua visibilidade para alavancar seu negócio. Nossa ferramenta vai atrair pessoas que realmente se interessam pelo seu perfil, você escolhe o público e ganha muito mais seguidores no Instagram.

Quais funções a automação Instagram Maisgram realiza?

Segmentação de Público.

Utilize Perfis para encontrar seu público alvo. Você pode filtrar ainda mais seus novos Seguidores com nosso filtro por gênero. Ganhar apenas Seguidores Homens, Mulheres ou ambos reduzindo perfis Comerciais.

Direct de Boas Vindas

Configure uma mensagem personalizada para ser enviada a seus novos seguidores. Melhore seu relacionamento com os clientes e consiga ganhar seguidores no Instagram.

Sistema Automatizado para Seguir e Deixar de Seguir.

O Maisgram trabalha por você realizando interações de Seguir e Deixar de Seguir automaticamente.

Relatório Completo de Atividades.

Você pode acompanhar diariamente todas as ações executadas pela nossa plataforma.

Aumente seu Engajamento com Likes e Visualizador Automático de Stories.

Nossa plataforma automatiza Likes em postagens da sua Timeline e também visualiza automaticamente diversos Stories das melhores hashtags brasileiras.

Suporte via WhatsApp.

Converse com um especialista para ampliar ainda mais seus resultados. Nossa equipe é altamente qualificada para solucionar problemas.

Como está funcionando a automação Instagram após as atualizações do Instagram?

No dia 29/05/2019 o Instagram realizou uma atualização na qual se exigiu, da nossa ferramenta, mudanças em alguns procedimentos de trabalho. O Instagram atualizou sua plataforma no intuito de transformar a rede social em uma rede totalmente humanizada. O Maisgram a partir de agora trabalha de forma a priorizar o crescimento de forma sustentável e humana. Mas para isso acontecer e você obter mais resultados, precisará colaborar com a utilização correta do seu perfil no Instagram. No Instagram, contrariamente ao que dizem, NÃO EXISTEM limitações. O que existe é uma inteligência artificial que detecta excessos de determinadas ações e falta de outras, bloqueando algumas partes da sua conta, caso entendam que há necessidade. E como podemos ter mais resultados? Aí vão algumas dicas para que seu Instagram possa ter o máximo de crescimento:
1 – Poste regularmente no Feed e nos Storys. 2 – Participe dos Storys de outros amigos, responda enquetes, faça perguntas de acordo com o tema. 3 – Comente em postagens de seus amigos, claro que sempre de forma humanizada. Comente sempre de acordo com o tema. 4 – Evite Seguir, Deixar de Seguir e Curtir manualmente. O sistema Maisgram já faz isso por você. 5 – Responda sempre os directs enviados pelos seus amigos pra você de forma a não parecer um robô ou spam. Em resumo, quanto mais você realizar as dicas acima, mais humanizado seu perfil estará e o Maisgram poderá trabalhar de forma plena em seu perfil.
6 – Utilize a ferramenta Maisgram para baixar video do Instagram e tenha sempre um ótimo conteúdo. Gostaríamos de frizar que alterações são feitas para manter a segurança de seu perfil e sempre estarmos em conformidade com as diretrizes do próprio Instagram.

E o fim do likes no Instagram? Como funciona essa questão na automação Instagram?

Será o fim dos Likes no Instagram ?

A partir de 17/07/2019 o Instagram iniciou um novo teste no Brasil para ocultar o número de curtidas nas postagens do Feed. Na prática, apenas o proprietário do perfil continuará sabendo quantas curtidas suas publicações receberam. Seus seguidores não terão mais acesso ao número de “likes”. “Não queremos que as pessoas sintam que estão em uma competição dentro do Instagram e nossa expectativa é entender se uma mudança desse tipo poderia ajudar as pessoas a focar menos nas curtidas e mais em contar suas histórias”, disse a empresa em nota oficial. E no que isso impacta a nossa plataforma? A ótima notícia, é que todos os impactos são positivos. Essas mudanças, em conjunto com as mudanças das últimas semanas, tendem a reduzir o número de Seguidores e Likes Fake. Primeiro pela parte técnica de o próprio Instagram estar derrubando esses Seguidores e Likes Fake e segundo pela mudança do comportamento dos usuários que não verão mais necessidade de comprar Likes se o intuito é meramente alimentar seu próprio ego. É aí que os usuários que utilizam o Maisgram ganham, nosso sistema faz você ganhar Seguidores, Likes e Engajamento real e duradouro. Você pode aumentar a visibilidade do seu perfil, melhorar seu relacionamento com seus clientes, expandir sua marca e até vender muito mais. O Maisgram foi desenvolvido pra você que precisa de resultados reais no seu perfil e não números ilusórios e forjados. Essas atualizações não influenciaram na parte de baixar video do Instagram.

Saiba mais sobre as instabilidades no Instagram e o quanto ela afeta na parte de ganhar seguidores no Instagram:

Se você teve problemas com o Instagram nas últimas semanas, fique tranquilo pois este é um problema enfrentado por usuários do aplicativo no mundo inteiro. Problemas como: Bloqueio para seguir pessoas. Falhas totais ou parciais na visualização de storys e linha do tempo. Lentidão de forma geral. Perda enorme e anormal de seguidores reais. Bloqueio para curtir postagens. Exigência para se alterar senha ( mesmo que não usem nenhum tipo de sistema para ganho de seguidores ). Entre outros. O Instagram está sofrendo de uma instabilidade há algumas semanas. Estes problemas estão relacionados aos últimos update em sua plataforma. Não se sabe ainda, quando a situação irá estar totalmente normalizada. Lembrando que o Instagram não costuma mencionar nenhum tipo de problema ou instalidade em suas redes sociais. E também, não costuma emitir nenhum comunicado oficial.

Como uso a automação Instagram e posso ganhar seguidores e também baixar video do Instagram?

CLIQUE AQUI e utilize a automação Instagram, tanto para ganhar seguidores no Instagram, quanto para baixar video do Instagram.

Existe teste Grátis na automação Instagram?

Sim, o Maisgram proporciona um teste Grátis por 3 dias , sem compromisso nem fidelidade nenhuma.
Blog Estratégia 10k.

https://preview.redd.it/99saegav2rr31.jpg?width=400&format=pjpg&auto=webp&s=4309971d7bb1102a9ae2d95235476a8919401279
submitted by simonekama to u/simonekama [link] [comments]


2019.08.22 04:09 lais_miranda02 Certidão Negativa de Naturalização (CNN) 4Doc

A Certidão Negativa de Naturalização (CNN) é fundamental para quem está levantando os documentos para solicitar a cidadania italiana. Este documento comprova que o antepassado que está transmitindo o direito a cidadania não se naturalizou brasileiro quando imigrou. Se você está na fase de levantamento de certidões, não deixe de ler o texto de hoje. Aprenda a emitir a Certidão Negativa de Naturalização em menos de cinco minutos.
📷

Entenda a Certidão Negativa de Naturalização

A Certidão de Naturalização pode ser positiva ou negativa. Negativa, caso o parente não tenha se naturalizado e positiva, caso o parente tenha se naturalizado. Caso isso tenha acontecido, por ter “aberto mão” da nacionalidade italiana, passa a ser somente brasileiro. Dependendo da data em que o filho deste parente tenha nascido, você pode perder o direito a solicitar a cidadania italiana.
» Nascimento de filho antes da naturalização: no momento do nascimento, o pai/mãe tinha o status de cidadão italiano, portanto, a cidadania foi transmitida.
» Nascimento ocorrido depois da naturalização: no momento do nascimento, o pai/mãe já era brasileiro (a) Sendo assim, a criança é filha de um brasileiro e não possui direito a descendência.

É possível recorrer em casos de Certidão Positiva de Naturalização?

Caso o nascimento tenha ocorrido após a naturalização, não.

Como descobrir se o antepassado se naturalizou?

Primeiro de tudo, converse com seus parentes e pergunte sobre o histórico familiar. Depois, você irá precisa fazer uma busca do registro do Governo, através do Ministério da Justiça.

Como emitir a Certidão Negativa de Naturalização

A Certidão Negativa de Naturalização pode ser solicitada pelo site do Ministério da Justiça. Você irá precisar preencher alguns dados como nacionalidade, motivo da solicitação e grau de parentesco. Na busca, é importante que você use todas as variações de grafia do nome encontrado nas certidões (italianas e brasileiras).
📷
Depois de emitir a CNN, você precisa autentica-la. Uma nova página irá vai aparecer. Você vai precisar colocar o número de protocolo da CNN, a data e a hora da emissão. Todas estas informações são encontras no próprio documento da CNN.

Quanto custa a CNN?

A Certidão Negativa de Naturalização é emitida gratuitamente pelo site do Ministério da Justiça.

Quanto tempo demora para a CNN ser emitida?

A CNN é emitida no momento da solicitação.

Recomendações para a Certidão Negativa de Naturalização

Assim como os outros documentos e certidões pedidos pelo Consulado Italiano para dar entrada ao processo de cidadania, a Certidão Negativa de Naturalização também deve ser traduzida por um tradutor juramentado e com apostila de Haia (uma espécie de reconhecimento de firma).
A 4 Doc tem na equipe os principais tradutores juramentados do país. Para facilitar o processo para o cliente, tudo ocorre via internet, com o menor custo e com o menor prazo do mercado. A empresa também realiza o serviço de apostilamento. Além disso, podemos te ajudar em todo o processo de cidadania italiana.

O que é a Non Rinuncia?

O Attestato Consolare di non rinuncia (certificado consular de não-renúncia) é um dos documentos obrigatórios para o processo de cidadania realizado em comune italiana. É emitido pelos consulados italianos comprovando que um cidadão ítalo-brasileiro renunciou formalmente a cidadania italiana naquele consulado.
A non rinuncia deve ser solicitada em todos os consulados das localidades por onde a família residiu. Ou seja, se sua família morou em São Paulo e no Rio, você precisa formular o pedido nos dois lugares.
Ao contrário da CNN, que você irá precisar imprimir e apresentar junto com os outros documentos, o Non Rinuncia vai do Consulado para o Comune direto.

É comum encontrar casos de renúncia?

Não. raríssimas as vezes italianos renunciaram a cidadania italiana.

Qual é a diferença da CNN e da Non Rinuncia?

Basicamente, o CNN é um documento que mostra que o italiano não se naturalizou brasileiro, enquanto o documento de non rinuncia mostra que o italiano não renunciou a sua origem.
📷

Conheça a 4 Doc

A 4 Doc é uma empresa especializada em tradução simples e juramentada para diferentes idiomas e em assessoria de processo de cidadania – desde separação de documentos, apostilamento de Haia, apoio na entrada no consulado de destino, além de investigação e busca de certidões presenciais com historiadores profissionais.

Entre em contato agora

Telefone/Whatsapp: (13) 99734-0924.
Endereço: Avenida Ana Costa, 311 – Conjunto 93 e 94, no Gonzaga, em Santos
Peça orçamento pelo site.
submitted by lais_miranda02 to u/lais_miranda02 [link] [comments]


2019.08.22 04:02 lais_miranda02 Tradução Juramentada

Se você tem o desejo de morar fora do Brasil e está em processo para conseguir cidadania, já deve saber que todos os documentos que devem ser enviados junto com o requerimento precisam estar no idioma do país que você quer se tornar cidadão, em tradução juramentada. Mas afinal, o que é tradução juramentada? Por que ela é tão importante? Esse é o tema do post de hoje.

Tradução Juramentada: o que é?

É uma das modalidades de tradução mais importantes que existem. Os decretos federais quanto a tradução juramentada indica que nenhum documento estrangeiro redigido em outro idioma, que não o do próprio país, tem validade. Sendo assim, é usada para conceder autenticidade a documentos de estrangeiros. Ela atesta que as informações traduzidas são verdadeiras, sem possibilidade de alteração.
A tradução juramentada é feita por tradutor público e interprete comercial, que possui esse título após passar em concurso público e possui cadastro na Junta Comercial do Estado no qual atua.
Para saber se o tradutor é juramentado, basta solicitar o número de matricula dele e fazer uma pesquisa na junta comercial. Também é possível pesquisar pelo nome.

Diferença entre tradução juramentada e tradução simples

A tradução simples é realizada por um tradutor qualificado, podendo ser uma tradução de website, legendamento de jogos e filmes, tradução de “abstract” para monografias e teses de doutorada e mestrado, tradução de textos jurídicos, manuais técnicos e demais documentos empresariais como procedimentos, relatórios, entre outros. A tradução juramentada, por outro lado, além de traduzir documentos importantes, o torna de efeito legal.
A diferença entre elas é que a tradução juramentada é feita por tradutor público e interprete comercial, que possui esse título após passar em concurso público e possui cadastro na Junta Comercial do Estado no qual atua.

Como é feita a tradução juramentada

Geralmente, a tradução é feita a partir do documento original, mas dependendo são aceitos em formato eletrônico, enviados por fax ou fotocópia simples/autenticada. Quando realiza a tradução, o profissional transcreve fielmente o documento. Ou seja, caso haja símbolos, selos ou elementos especiais presentes, será incluído na versão final também.

Onde encontrar tradutor juramentado

Há obrigatoriedade legal que a tradução juramentada seja realizada por profissionais concursados e cadastrados na Junta Comercial do Estado. Portanto, por mais que você seja fluente no idioma, você deverá recorrer a um tradutor juramentado.
O tradutor juramentado é habilitado em um ou mais idiomas, além do português, e tem como especialidade traduzir documentos de forma fiel e igual aos originais.
É preciso tomar muito cuidado na hora de contratar um tradutor juramentado. O último concurso foi realizado em 2000 e como o número de fraudes é alto, nós recomendamos que sempre cheque na repartição pública se o tradutor está habilitado a realizar o serviço.

Quanto custa a tradução juramentada?

A Tradução Juramentada é mais cara do que a simples. Por isso, antes de procurar um profissional para fazer a tradução, tenha certeza de que você está fazendo a solicitação somente daquilo que precisa.
O valor depende da quantidade de páginas e tipo de documento, conforme a tabela de preços da Junta Comercial do seu estado. Para saber quanto você vai pagar, é só pedir ao tradutor um prévia de valor e comparar no site da Junta Comercial. Vale ressaltar que se você pedir uma entrega antecipada, fica mais caro.
A 4Doc atua com tradução juramentada com o melhor preço de mercado. Você pode fazer o orçamento rapidamente pelo site. Todo o processo de orçamento e produção ocorre eletronicamente. O documento original é enviado via correio.

Tradução juramentada italiana

Se o seu desejo é morar na Itália, você vai precisar encontrar uma empresa especializada para te ajudar com a tradução dos documentos solicitados pelo Consulado Italiano. São eles:

📷

Seus documentos

♦ Árvore genealógica
♦ Ficha de Cadastro para requerimento
♦ RG, CPG, Título de Eleitor (Cópia e Original)
♦ Comprovante de Residência (no máximo, de 6 meses)
♦ Certidão de registro civil em inteiro teor apostilados, em segunda via original, recentes e em bom estado.

Documentos dos ancestrais

♦ Certidão de casamento
♦ Certidão de óbito
♦ Certidão de Naturalização (se houver)
♦ Certidão Negativa de Naturalização
♦ Estratto dell’Atto di Nascita emitido pelo Comune competente OU Certidão de Batismo, emitido pela Paróquia local.
Existem 3 caminhos para conseguir a cidadania italiana. São eles: Via Consulado da Itália no Brasil, Via Judicial e Via Comune. Entenda melhor como funciona o processo de cidadania italiana.

Conheça a 4doc

A 4Doc é uma empresa especializada em tradução de documentos simples e juramentada, nos idiomas italiano, espanhol, francês, inglês, alemão e português. Se o seu interesse em tradução de documentos for para processos de cidadania, conte com a gente. Temos apoio de profissionais multidisciplinares espalhados pelo mundo, que são capazes de tornar tudo mais fácil.
Entre em contato:
Telefone/Whatsapp: (13) 99734-0924.
Endereço: Av. Ana Costa, 311 – Conj. 93 e 94 Gonzaga – Santos – SP – 11060-00
Peça orçamento pelo site.
submitted by lais_miranda02 to u/lais_miranda02 [link] [comments]


2019.08.08 16:41 Amanda3exceler Localização de Pessoas Elite Detetives

Localização de pessoas é um dos casos de muita angustia. Especialmente quando a pessoa desaparecida é um ente querido. Quem já teve um membro da família ou a si próprio envolvido sabe como funciona. Por isso, nós contamos com vasta experiência na localização de pessoas desaparecidas, com detetives treinados e capacitados, facilitando a localização seja qual a causa do desaparecimento.
Para que o caso possua um final feliz para o cliente, este primeiramente, precisará estar ajudando os detetives, fornecendo pistas, documentos que ajudem na localização da pessoa. Trabalhamos sempre com o objetivo de encontrar em até 24 horas a pessoa, pois como dizem: As primeiras 48 horas são muito importantes para se ter sucesso.
O nosso diferencial na localização da pessoa, baseia-se no respeito ao seu cliente. Para isso, cada caso é visto e analisado isoladamente. Após uma análise e compreensão de todos os fatores envolvidos no desaparecimento, o cliente será designado ao um grupo de detetives especializado, fornecendo o auxílio ideal na busca pelo seu parente ou amigo desaparecido.

PARA QUE SERVE A LOCALIZAÇÃO DE PESSOAS?

Oferecemos o serviço de localização de pessoas para casos onde se precisa encontrar desaparecidos ou golpistas. O cliente ao contratar o serviço dos nossos detetives precisa estar ciente que pode demorar um certo tempo para a obtenção de respostas ou localizar a pessoa. Porém, nós já avisamos, que pode acontecer de o caso não ter um final feliz, isto é, encontrar em óbito.

PROCEDIMENTOS DA LOCALIZAÇÃO DE PESSOAS

O cliente ao nos contatar, para a localização de pessoa, precisa fornecer materiais como foto, nome completo da pessoa, endereço, contato de telefone pessoal e de amigos próximos. Será feito um contrato com todas as garantias. Após uma melhor análise do caso, os detetives iniciarão a investigação. Contudo, por se tratar de casos de desaparecimento, pode ser que demore mais que 24 horas, para encontrarem e o tempo e custo depende de cada caso e circunstância.

RESULTADOS DA LOCALIZAÇÃO DE PESSOAS

Nós, através de seu corpo de detetives, buscamos o máximo de pistas para se chegar à pessoa. Por isso, para o caso de localização de pessoa é importante conhecer melhor as características e perfil da pessoa desaparecida. Todo o procedimento será acompanhado pelo cliente e após a resolução do caso, serão entregues o material completo com todo o processo. Porém, enfatizamos que pode acontecer de a pessoa já ser encontrada em óbito, mas todo esforço será para encontrá-la com vida.

Conheça a Elite Detetives: https://www.elitedetetives.com.b
submitted by Amanda3exceler to u/Amanda3exceler [link] [comments]


2019.07.15 17:01 Junnius Hoje recebi uma encomenda que não comprei...

Apenas compartilhando algo inusitado que me aconteceu hoje.
Recebi uma encomenda (uma balança que custa R$2.000) pelos Correios em meu endereço comercial, encomenda esta que deveria ser entregue em Hortolândia/SP (endereço da compradora que está na declaração de conteúdo dos Correios que veio dentro da embalagem) e veio parar em Sete Lagoas/MG (entregue no endereço que consta na etiqueta do Mercado Livre por fora da embalagem).
A encomenda foi recebida na portaria, pois estava com endereço correto e com meu nome, que em outras oportunidades já comprei e entregaram aqui normalmente..
Observações importantes:
Fico imaginando a compradora acompanhando seu produto pelo rastreio e vendo ele ser direcionado para outro estado. (Sendo que a compra e entrega deveria ocorrer dentro do próprio estado)
Estou tentando contato com a empresa que realizou a venda para a devolução do mesmo, mas até então sem sucesso.. Típica empresa que tem os dados desatualizados em um site e que não tem um atendimento decente para os seus clientes.
Tentei encontrar algum dado da compradora para entrar em contato, mas achei apenas um LinkedIn desatualizado e sem grandes informações..
EDIT: Antes que perguntem, o porquê de eu simplesmente não enviar o produto pelos Correios ao endereço correto é que e se eu der o azar dele ser extraviado novamente.. muito provavelmente eu seria responsabilizado pelo mesmo.. :(
submitted by Junnius to brasil [link] [comments]


2019.06.24 17:30 Amanda3exceler Detetive particular e a localização de pessoas Elite Detetives

Depois da investigação do detetive particular para comprovar adultério ou traição, localizar pessoas é o tipo de serviço que tem sido bastante solicitado aos detetives particulares.
A pessoa que desapareceu provavelmente tem o seu motivo e suas explicações para o sumiço, mas nem sempre os motivos que a pessoa deu ou o seu reaparecimento sem que ninguém a encontre são suficientes. Para que fique tudo esclarecido, é necessário entender que o desaparecimento acontece de algumas formas.

Formas de desaparecimento para ser investigado pelo detetive particular

Existem dois tipos de desaparecimento:

Desaparecimento voluntário

A pessoa resolve sumir por conta própria sem dar satisfações a ninguém. Os motivos do sumiço podem ser:
• Problemas de relacionamento familiar; • Problemas amorosos; • Ameaças; • Vergonha de algum fato constrangedor; • Dívidas; • Etc.

Desaparecimento involuntário

A pessoa que desaparece é vítima de ato de terceiros ou possui alguma doença. Nessa categoria, estão os seguintes desaparecimentos:
• Acidentes (atropelamentos ou desastres); • Sequestros; • Assassinatos; • Estupros seguidos de morte; • Mal súbito (ataque cardíaco, epilético, amnésia, embriaguez); • Uso excessivo de drogas; • Etc.
Quando há este tipo de caso, é necessário que o detetive particular tenha em mãos dados que o ajudem a conduzir a investigação e ter um norte para localizar a pessoa.

Documentos para localização de pessoas

Entregue ao detetive particular:
• Foto recente; • Nome; • Número do RG e CPF; • Profissão; • Situação econômica; • Endereço conhecido; • Lugares que frequentava; • Veículos; • Descrição física e psicológica; • Ficha odontológica (casos de arcada dentária); • Inimigos e desafetos.
Toda e qualquer informação é fundamental para encontrar a pessoa e ter um final feliz a tanto sofrimento. Mas não é para qualquer detetive particular que deve confiar a localização da pessoa querida. Só quem tem experiência e um corpo de profissionais especializado pode te ajudar.

Detetive particular é com a Elite Detetives

Tenha a melhor infraestrutura e os melhores detetives particulares do Brasil com a Elite Detetives. Localize o parente ou a pessoa que você mais gosta com toda a segurança e o árduo trabalho do detetive particular da Elite. Acesse o nosso site e faça o seu orçamento com a melhor empresa de detetives do Brasil, a Elite Detetives.

Conheça a Elite Detetives: https://www.elitedetetives.com.b
submitted by Amanda3exceler to u/Amanda3exceler [link] [comments]


2019.04.08 06:33 pswerlang Atualização - gladCode 2.5.2-beta

A gladCode foi atualizada para a versão 2.5.2-beta.
Confira abaixo a lista de mudanças:
Doações
A gladCode agora está aceitando doações. Se você gosta do projeto e valoriza o trabalho empregado, ajude-nos a pagar os custos do servidor. Você pode optar por doar qualquer quantia usando Cartão de crédito/débito (Paypal e Pagseguro), Boleto (Pagseguro), Bitcoin ou Ethereum. Você pode encontrar os botões para doação facilmente no novo rodapé da página.
Temas do editor
O editor de gladiadores recebeu suporte à mais de 30 temas diferentes. Você pode escolher um deles usando o novo botão no editor de gladiadores. Caso você esteja logado no sistema, as suas preferências do tema e tamanho da fonte ficarão salvas.
Balanceamento

Editor de gladiadores

Site

Render

Correção de bugs

Visite a página da gladCode para conferir as mudanças, e deixe seu feedback nos comentários.
submitted by pswerlang to gladcode [link] [comments]


2019.02.22 05:31 Paralelo30 ÉPOCA - O que é o PSL, o partido do presidente

por Bruno Góes
Quando a então jornalista Joice Hasselmann (PSL-SP) recebeu o aval do clã Bolsonaro para se candidatar ao Senado pelo partido do presidenciável, mergulhou com apetite na empreitada. Depois de filiada ao PSL, anunciou o astronauta Marcos Pontes como seu possível suplente e partiu para uma ostensiva campanha nas redes. Os planos de Hasselmann esbarraram no latifúndio do então deputado Major Olímpio, presidente do partido em São Paulo à época. Ele decidira que ocuparia a vaga de candidato a senador e escanteou a estreante na política. Ela buscou respaldo em Jair, como a hoje deputada federal costuma se referir ao presidente da República. Não encontrou e acabou se contentando com a disputa por uma vaga à Câmara dos Deputados e uma dobradinha com o governador paulista João Doria. Hasselmann buscou apoio partidário e encontrou solidão.
O deputado estadual Fernando Francischini dividiu com Jair Bolsonaro, por quatro anos, o desprestígio de ter o gabinete no anexo III da Câmara dos Deputados — onde não há sequer um banheiro privado para cada parlamentar. O desabono geográfico e a repulsa pela esquerda os uniram. Francischini trabalhou arduamente na campanha do presidente e foi um dos primeiros filiados ao PSL após a entrada de Bolsonaro. Recebeu a promessa de que emplacaria seu filho, Felipe, como candidato do partido à Câmara dos Deputados e que sairia candidato a uma vaga no Senado. A primeira parte do acordo foi cumprida. A segunda, não. Francischini foi afastado do núcleo duro do presidenciável pelo ex-ministro Gustavo Bebianno, então presidente do partido, e começou 2019 contentando-se com uma cadeira na Assembleia Legislativa do Paraná. Fernando Francischini abraçou o projeto eleitoral da sigla e recebeu, em troca, ingratidão.
Enquanto a redemocratização permitiu o surgimento de partidos que representaram interesses de classes e corporações, o PSL que deu lastro à candidatura de Jair Bolsonaro nasceu de uma empreitada individual do empresário pernambucano Luciano Bivar nos anos 90, permanecendo irrelevante no Congresso Nacional por cerca de 20 anos, até decidir dar guarida ao ímpeto eleitoral do hoje presidente. Sua média de deputados por legislatura não passou de cinco até 2018, e sua fatia do Fundo Partidário somou pouco mais de R$ 9 milhões no ano passado. Hoje, com 54 deputados, tem a maior bancada da Câmara dos Deputados, ao lado do PT, e um caixa de R$ 110 milhões a serem irrigados à sigla somente neste ano.
No dia 22 novembro de 2017, Bivar recebeu representantes do Livres, um movimento de cunho liberal criado na esteira dos protestos de 2013, no hotel Golden Tulip em Brasília. O motivo da conversa era a incorporação do grupo ao partido e as possíveis candidaturas que resultariam dessa união. O vereador de Belo Horizonte Gabriel Azevedo (PHS), do Livres, foi direto ao ponto: havia rumores de que o PSL abrigaria Jair Bolsonaro. “Em determinado momento, perguntei se o Bolsonaro poderia ficar com o partido. O Bivar respondeu: ‘Bolsonaro? Bolsonaro é uma piada. A gente jamais o colocaria no partido’”, contou Azevedo. Foram quase três horas de reunião e muitas conjecturas sobre o futuro. Dois meses depois, Bivar fecharia um acordo com o advogado Gustavo Bebianno, hoje ex-ministro em desgraça nas hostes bolsonaristas. Na esteira da popularidade do presidenciável, anteviu a enxurrada de candidaturas vitoriosas que o partido teria e concedeu a Bebianno a presidência interina da sigla, permitindo que o aliado de Bolsonaro controlasse todos os diretórios do PSL, exceto o do Distrito Federal e de Pernambuco — este último sendo comandado por Bivar. Em contrapartida, Bivar conseguiu direcionar 20% do Fundo Eleitoral à campanha para seu estado. O Patriota, outro partido assediado pelo entorno de Bolsonaro, não havia enxergado vantagem em tamanha concessão e terminou escanteado.
Se o negócio, à época, foi vantajoso para Bivar e Bebianno, as pontas mal atadas começam a surgir — e causaram a primeira grande crise institucional da gestão Bolsonaro. Hoje, a campanha em Pernambuco é investigada pelo suposto uso de candidata laranja financiada por dinheiro público para beneficiar a campanha de Bivar. Segundo reportagem da Folha de S.Paulo, um grupo ligado ao deputado teria promovido a candidatura de Lourdes Paixão, que ganhou R$ 380 mil do Fundo Eleitoral e obteve apenas 274 votos. Ela declarou ter investido o valor na contratação de uma gráfica cujo endereço era o de uma oficina mecânica — prática corriqueira da velha política que o PSL, sob Bolsonaro, prometeu combater. O episódio culminou na ruidosa queda de Bebianno, que teria chancelado o pagamento — o que o ex-ministro nega.
A reação do PSL à derrocada do ex-homem forte de Bolsonaro foi o primeiro exemplo prático da desarticulação que norteou a chegada do presidente ao partido. O grupo de bolsonaristas mais alinhados ao Palácio do Planalto, e que coincidentemente são entusiastas do filósofo Olavo de Carvalho, como é o caso do príncipe-deputado Luiz Philippe de Orleans e Bragança, aplaudiu a demissão de Bebianno e guardou para si qualquer crítica à forma como o desenlace ocorreu, sob a batuta do filho Carlos Bolsonaro. Os aliados de Bebianno, grupo em que se enquadram nomes como Joice Hasselmann e o também deputado Julian Lemos (PSL-PB), têm dito a interlocutores que discordam da forma como a fritura do ex-ministro foi conduzida. Lemos, nome forte da campanha bolsonarista no Nordeste, afirmou a aliados que se surpreendeu com a atitude do presidente e que desconfia ter se enganado sobre sua índole ao ver a forma como agiu com Bebianno. Nesse núcleo, a animosidade em relação aos filhos de Bolsonaro é patente — sobretudo em relação a Carlos, a quem alguns parlamentares se referem, nos bastidores, como Tonho da Lua, em referência ao personagem da novela Mulheres de areia que aparenta ter problemas psiquiátricos. O apelido maldoso é justificado, na avaliação de alguns nomes do PSL, pela incapacidade de Carlos em manter um diálogo linear e por seus rompantes de raiva. Também nesse núcleo já começa a circular uma análise um tanto pessimista a menos de dois meses do início do governo: diante da desajeitada atuação de Bolsonaro no caso Bebianno, discute-se a hipótese de a instabilidade palaciana inviabilizar o futuro do atual governo.
O restante da fauna do PSL é heterogênea e não tem liderança clara ou norte político, exceto o apoio a Jair Bolsonaro. São youtubers, policiais, militares, influenciadores digitais, ex-ator pornô e representantes de setores que embarcaram desde o início na candidatura do ex-capitão, como é o caso do agronegócio. Como todo partido nanico, o PSL não tem origem orgânica, lastreada em ideias ou projetos para o país. Mas, por influência de Bolsonaro, predominam em sua composição valores e costumes alinhados aos do capitão. Há até espaço para uma “comunista”, como vem sendo chamada a deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP), uma das autoras do processo de impeachment de Dilma Rousseff, por não poupar críticas aos últimos eventos protagonizados pelo governo Bolsonaro e seu entorno familiar, a exemplo do caso Queiroz e da própria demissão de Bebianno. “É inadequado que o presidente deixe essa situação se estender por tanto tempo. Decidiu demitir, demite, para gerar um pouco mais de estabilidade para o país”, disse Paschoal. Cotada como vice no período eleitoral, ela negou a empreitada por motivos pessoais e abraçou a candidatura estadual. Mas o fato é que, entre os campeões de voto do partido — amealhou 2 milhões —, só Paschoal foi lançada à presidência de uma Casa legislativa. O deputado federal Eduardo Bolsonaro, eleito com 1,8 milhão de votos, atuou apenas nos bastidores na eleição para a presidência da Câmara dos Deputados, apoiando Rodrigo Maia, e o Major Olímpio, que chegou ao Senado com mais de 9 milhões de votos, desistiu de sua candidatura sob o argumento de que o governo Jair Bolsonaro precisava garantir apoio da casa para governar.
Nos primeiros dias de fevereiro, logo após a posse dos deputados e senadores, não era raro encontrar, no fundo do plenário da Câmara, parlamentares do partido que não se conheciam e acabavam de ser apresentados uns aos outros. Conforme as sessões tiveram início, a bancada passou a se aglutinar nas primeiras fileiras da direita, onde poucos meses antes estavam lotados o MDB e partidos aliados de Michel Temer. Como a exposição nas redes sociais tornou-se prerrogativa no PSL de Bolsonaro, muitos de seus expoentes chegaram à conclusão de que, se ficassem mais à frente, em pé, próximos da tribuna, seriam mais facilmente captados pelas câmeras de TV. Portanto, não raro é possível vê-los eretos abaixo do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, com o olhar perdido, em busca de um flash. Outros comportamentos de pesselistas são menos sutis para atrair holofotes, como no caso do ex-ator pornô Alexandre Frota, eleito deputado federal por São Paulo e que, no ápice da crise com Bebianno, esmagou uma laranja ao final de um discurso na tribuna. “Laranja podre, no PSL, será esmagada”, disse.
As nuances internas do PSL extrapolam o perfil diverso dos integrantes da sigla e esbarram em questões concretas. Tramitam, hoje, no Supremo Tribunal Federal (STF), ações movidas pelo PSL em seus primórdios e que contrariam parte do que é defendido pelo presidente e seus aliados. Uma delas questiona uma lei federal de 1989 que prevê a prisão temporária, um dos trunfos da Operação Lava Jato. O partido alega “desatendimento da garantia do devido processo legal”. Em uma ação de 2016 que ainda não tem data para ser julgada, a sigla contesta trecho da lei sobre organização criminosa — que, por sua vez, serviu para enquadrar muitos investigados da Lava Jato. O partido critica a suposta “criminalização” da atividade política e argumenta que a lei quebra a presunção de inocência e o princípio da dignidade humana. “É preciso impor limites aos exageros perpetrados, institucionalizando a proibição de o membro do Ministério Público externar opinião sobre os procedimentos submetidos a sua apreciação que possa causar danos à intimidade, à vida privada, à honra, à imagem e à dignidade das pessoas”, afirma processo, em clara contradição ao entendimento do ministro da Justiça, Sergio Moro, sobre a questão.
Incongruências à parte, nada foi tão emblemático da falta de entrosamento do PSL e de sua fraca liderança na Câmara dos Deputados como a derrota na alteração da Lei de Acesso à Informação, sancionada pelo vice, Hamilton Mourão, enquanto Bolsonaro viajava para Davos, no Fórum Econômico Mundial, em janeiro. O maior partido da casa não conseguiu mobilizar uma base para manter a mudança na lei e foi derrotado pelos próprios aliados, como o DEM, que votou maciçamente contra o governo. Observadores do Salão Verde veem nessa derrota a digital da velha política: diante da fraqueza do partido presidencial, Maia quer demonstrar força para barganhar poder junto ao núcleo palaciano. Em seu primeiro intento, teve sucesso. Nas semanas que precederam a votação, pelo menos três deputados relatam o uso de métodos mais rasteiros pelo presidente da Câmara para mostrar poder: ele teria ligado para os líderes partidários sugerindo o esvaziamento da primeira reunião de lideranças convocada pelo líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo (PSL-GO). Escolhido por Bolsonaro por sua lealdade durante a campanha, Vitor Hugo ocupa posição solitária — não é encarado por colegas de partido e de casa como elo político com o governo. “Se alguém quiser mandar recado para o governo, fala com quem?”, ironizou o deputado Fernando Bezerra Filho (DEM-PE), cujo pai, Fernando Bezerra, terminou a semana como líder do governo Bolsonaro no Senado. A Casa, agora presidida pelo senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), sob a tutela de Onyx Lorenzoni, ministro da Casa Civil, é vista como problema menos grave para o governo do que a Câmara. Exonerado num episódio burlesco com Bolsonaro, Bebianno pode complicar o atual governo. Foto: Ricardo Moraes / Reuters Exonerado num episódio burlesco com Bolsonaro, Bebianno pode complicar o atual governo. Foto: Ricardo Moraes / Reuters
O tempo que não foi gasto pelos deputados bolsonaristas para articular uma base de apoio foi dispensado a picuinhas internas de forte impacto nas redes sociais e nenhuma serventia prática. A primeira grande crise do maior partido do Brasil ocorreu em janeiro, quando 12 parlamentares foram à China a convite de autoridades locais para, entre outras coisas, conhecer o sistema de reconhecimento facial da gigante de tecnologia Huawei. Olavo de Carvalho qualificou os deputados que lá estavam de “semianalfabetos”, alegando que eles poderiam “entregar” informações dos brasileiros a Pequim. Até hoje o núcleo mais ideológico da bancada do PSL isola a chamada “bancada da China”. A Eduardo Bolsonaro é atribuída a autoria da postagem de Olavo de Carvalho.
Alguns deputados do PSL veem o comportamento exaltado de membros do partido como atitude contraproducente no momento em que os esforços deveriam se voltar para a aprovação da reforma da Previdência. Outros acham que o segredo do sucesso está justamente na postura agressiva. Carla Zambelli (PSL-SP) ganhou notoriedade ao liderar o estridente movimento Nas Ruas e concorda que é preciso rebater cada questionamento, alto e bom som, pois “é isso o que os eleitores querem”. O Delegado Waldir (PSL-GO), líder do partido na Câmara, vai além e diz que as brigas “na frente de todo mundo” são “um novo modelo a que muita gente não está acostumada”. Ou então, em suas próprias palavras: “Nossos debates não são atrás das portas”. Já Felipe Francischini (PSL-PR), que ocupa o lugar do pai, Fernando Francischini, pensa diferente. Desde que foi eleito, trabalha nos bastidores para estabelecer algum diálogo com os partidos e com Rodrigo Maia.
Como a esmagadora maioria dos deputados do PSL inicia o primeiro mandato, em alguns momentos a inexperiência ganha tons de comédia, como ocorreu na primeira votação da atual legislatura, no início de fevereiro. O plenário votaria uma lei sobre o bloqueio de bens de organizações ligadas ao terrorismo. Havia aval de Sergio Moro. Mesmo assim, o caos perseverou. O Major Vitor Hugo foi pressionado pela bancada da própria sigla e teve de negociar uma alteração do texto no momento em que o tema já era discutido em plenário. Parte da bancada achava que parte do texto feria a soberania do Brasil e seria uma forma de “entreguismo à ONU”. A alteração foi feita contra a orientação do Executivo, e a proposta foi aprovada. Depois do episódio, o governo passou a despachar técnicos para explicar, na Câmara, as pautas que seriam votadas. Como a palavra “China” não sai do anedotário do partido, na primeira ocasião em que os parlamentares receberam os técnicos, Carla Zambelli fez uma pergunta singela e fora do contexto da reunião. Quando esteve na comitiva, um empresário chinês havia dito que ele possuía um porto no Brasil. Ela, então, perguntou se isso não feria a soberania do país. O técnico teve de explicar que tratava-se de uma concessão privada.
Outro expoente da ala estridente é o policial do Rio de Janeiro Daniel Silveira, que participou do episódio em que uma placa em homenagem à vereadora Marielle Franco foi quebrada. Ele tem alardeado um projeto de lei que, se aprovado, autorizaria a cessão compulsória de órgãos de criminosos mortos em confronto, sem autorização das famílias. “Bandido morto, órgãos cedidos” é a forma sutil de anunciar a proposta em seu Twitter. No dia 7 de fevereiro, Silveira desabafou no grupo de WhatsApp da bancada. Depois de o líder do governo, Vitor Hugo, ser atacado pelo colega Julian Lemos com a ordem “lidere ou saia do posto”, ele resolveu desferir uma saraivada de críticas: “Percebi que uma boa parcela está preocupada em apertar as mãos em acordos que visam seus umbigos egocêntricos (...). Percebi que o presidente está mais sozinho que parece”. As brigas são tantas que Luciano Bivar disse, em uma ocasião, que os insatisfeitos e interessados em sair do partido poderiam valer-se de uma carta por “justa causa”, sem perder o mandato por infidelidade partidária. Ele chegou até mesmo a mandar um modelo de carta no grupo de WhatsApp da bancada.
A pulverização do partido entre ideias heterodoxas e inexperiência política fez emergir rompantes de sensatez de onde menos se esperava. A deputada Joice Hasselmann, que apareceu com algemas na tribuna da Câmara para insinuar intolerância com a corrupção, foi uma das vozes equilibradas em meio às discussões sobre a saída de Bebianno. Enquanto o ex-ministro desferia ataques velados ao Palácio do Planalto, hospedado no hotel Golden Tulip, dias antes de ser exonerado, era Hasselmann, que começou sua empreitada política disputando espaço com Major Olímpio, quem tentava contemporizar. Em uma das investidas para conter a fúria de Bebianno, ficou até a madrugada conversando com ele e a mulher no hotel. O resultado foi um avanço político para os parâmetros ainda rudimentares do PSL: Bebianno caiu atirando somente para não terminar sua breve estada no governo com a pecha de mentiroso, mas desistiu de ir além e mostrar outros áudios que possui. E que talvez não sejam do agrado do governo. Trata-se de sangue-frio digno da velha escola Renan Calheiros.
Com reportagem de Renata Mariz e Cleide Carvalho
https://epoca.globo.com/o-que-o-psl-partido-do-presidente-23469274
submitted by Paralelo30 to BrasildoB [link] [comments]


2018.12.15 17:00 CaPeBaLo Configurando roteador DMG-6661 (Vivo) - desativar WPS, mudar senha

Galera, tenho Vivo fibra e, da última vez que vi algo a respeito parece que esse roteador é obrigatório para o sistema funcionar (isso já faz uns anos e nem lembro onde vi isso, me corrijam se eu estiver errado).
To tentando mudar a senha do roteador porque ele ainda tá com aquela padrão mas não consigo encontrar nenhum lugar para fazer isso. Tem um
Também quero desativar o botão WPS, pois vi que o simples fato de ele estar ativado (não precisa nem estar em uso, basta que a função esteja habilitada) já reduz a segurança, mas também não consigo encontrar onde fazer isso. Vi um tutorial genérico na internet mas pelo menos pro meu roteador ele não se aplica. Aliás, a página do roteador (quando digito o IP dele no browser) é extremamente simples.
Outra coisa - fui mudar a senha do WiFi porque a atual é muito fraca. A senha nova é grande e tem letras maiúsculas, minúsculas, números e símbolos. Começo a digitar a nova senha e o negócio lá mostra que ela está "excelente", mas assim que coloco uma letra minúscula ela já cai pra "fraca". A senha pode ter 30 caracteres, se um deles sequer for uma letra minúscula a senha é considerada fraca, mesmo que eu faça algo totalmente aleatório e completo. Como assim?? Mantenho ela como "fraca", mas completa, ou "excelente" mas sem adicionar uma das variáveis possíveis (letras minúsculas)?
Segue basicamente o que eu posso fazer:
Digito o IP (default gateway). Sou redirecionado para a tela dele e tenho as opções "Rede WiFi" e "Configurações Avançadas". Em "Rede WiFi" posso apenas configurar o nome da rede, o tipo de segurança (criptografia), a senha do WiFi e 9 canal da rede, isso tanto para o 2.4 GHz quanto para o 5 GHz. Aqui posso mandar "Avançar" ou "Voltar". Se mando voltar ele volta praquela página anterior, se mando avançar ele diz está salvando as configurações e reiniciando o WiFi. Quando o processo termima abre uma página informando que o WiFi foi configurado com sucesso e uma única opção, "Testar Conectividade". Clico nela, ele avisa que a conexão foi testada com sucesso e, novamente, só tenho uma opção - "Concluir". Mando concluir e ele já sai da página de configuração do roteador e vai pro site da Vivo. Agora, se na primeira página opto por "Configurações Avançadas", sou solicitado a fornecer o "Usuário/Senha de Provedor". Clico nisso e a página seguinte tem duas opções, "Configurar Provedor" e "Internet". Se xloco em internet sou redirecionado para o site da Vivo. Se clico em "Configurar Provedor" vou para uma página onde posso utilizar os valores pré preenchidos de usuário ([email protected]) e senha (20 caracteres) ou digitar novos. Como não tenho cadastro, posso mandar "Avançar" ou fazer um cadastro. Se mando fazer um cadastro ele tenta me redirecionar para o site http://www.cadastrospeedy.com.br, mas sempre dá aquela mensagem de "não é possível acessar o site" porque "não foi possível encontrar o endereço IP do servidor de www.cadastrospeedy.com.br". Assim, minha única opção é mandar seguir com os valores pré preenchidos. Avanço e novamente vou para aquela tela que informa que as configurações estão sendo salvas e o WiFi será reiniciado, mando "Testar Conectividade", informa qua a conexão foi testada con sucesso, mando "Concluir" e sou rederecionado para o site da Vivo. E isso é tudo.
Ou seja, cliquei em todos os campos que tinha mas não consegui criar um novo usuário para o roteador nem alterar a senha do usuário existente, não encontrei qualquer campo para desativar o WPS, alterar DNS... Nada. É basicamente configurar o grosso do WiFi.
Estou fazendo algo errado? O IP que tenho que digitar é outro? Já tentei no meu notebook e no ultrabook da minha mãe, ambos no WiFi, e no computador do meu irmão, que está com internet por fio.
submitted by CaPeBaLo to brasil [link] [comments]


2018.11.20 00:27 phyrexio Procurei no Google o nome de todos os meus colegas de classe da terceira e quarta série e OLHA SÓ NO QUE DEU...

Meio desabafo, meio bate-papo, quis escrever esse post porque queria colocar pra fora esse sentimento meio esquisito que estou sentindo agora.

Estava arrumando umas gavetas velhas daqui de casa e encontrei um material escolar bem antigo, da primeira, terceira e quarta série. Deixei de lado pra pesquisar depois o nome dos colegas de turma. A atividade/trabalho da primeira série não tinha os nomes completos, só o primeiro nome, então não ajudou muito, mas como me mantive na mesma escola até o fim da terceira, alguns colegas estariam no no segundo livrinho, o da terceira série.

Comecei a procurar, um por um. Era um colégio particular de média renda (se é que essa expressão existe), então logo apareceram alguns perfis públicos de LinkedIn e Facebook, com cara de bem-sucedidos e que, por mais que eu não lembrasse do rosto, a idade aparente me confirmava que era colega de escola. Sobre os rostos realmente familiares, veio a primeira paixãozinha. O nome é muito simples, e partilhado com uma celebridade global, então já sabia que seria um saco pra encontrar. Procurei, procurei, procurei, fiz o macete de colocar "-nome" no Google pra filtrar os resultados da celebridade, mas nada de conseguir. Joguei no Facebook, nada também. Encontrava algumas pessoas com mesmo nome, mas muito diferente do que eu lembrava. O mais estranho era que eu já tinha encontrado a pessoa ano passado, acho, no Facebook, e tinha reconhecido de cara, então com certeza reconheceria agora de novo. Voltei pro Google e coloquei "nome + cidade", e apareceu um link do Facebook com marcações de check-in, e estava lá no meio "Fulano esteve com Ciclano na Padaria da Vovozinha", até que finalmente achei. Abri o perfil e era a pessoa mesmo. Todas as fotos bloqueadas, mas ainda assim dava pra perceber. Tinha também um amigo em comum que estudou comigo quando era pequeno. Tentei procurar no Instagram mas não deu em nada, por conta do nome simples e compartilhado com a celebridade. Adicionei no Facebook só por adicionar mesmo, sem pretensões nenhumas.

Continuando a busca, as coisas ficaram mais engraçadas (?), mais curiosas: alguns eu voltaria a reencontrar durante a vida na faculdade. Uma das pessoas vejo com certa frequência pegando o mesmo fretado que eu na faculdade, e sempre achei familiar. Como nunca tive curiosidade de saber seu nome nem nada, ficou por isso mesmo, achei que a sensação era por conta de achar a pessoa bonita, sei lá. Muitos (mais do que eu esperava) colegas citados em processos judiciais (não sei ler um processo judicial, mas me aparentou que um era por porte ilegal de arma, outro por pensão, outro por isso, por aquilo, outro citado como advogado, etc), outros com perfis fechados de Facebook, alguns perfis simples de LinkedIn, e outros amigos (próximos) meus. Um (praticamente meu rival dos tempos de escola) virou fez engenharia química e virou DJ, o outro, meu melhor amigo, com quem tive um quase-contato há uns 6 ou 7 anos, continuava na Ordem Demolay, o terceiro não consegui encontrar, também por partilhar nome com uma celebridade.

Outro ponto que acho que vale comentar aqui é sobre um dos que virou nome de escola municipal. Que estranho, por quê será? Será que aconteceu alguma coisa? Voltei às artimanhas do Google e procurei por "nome -emeb", pra retirar o termo "emeb" das buscas. Outro processo judicial, e desta vez seu nome era citado como vítima de um acidente violento de carro, envolvendo sua morte e de uma outra pessoa.

Finalmente, começaria a quarta série. Mudei de escola, e fui para uma escola pública da cidade, onde ficaria apenas meio ano estudando, pois me mudaria de Estado. Como forma de homenagem, a professora Telma me fez um livrinho de despedida, com mensagens de adeus, saudades, que seja feliz! de todos os alunos da classe, e seus respectivos endereços para que eu enviasse cartas(!). Fez, também, uma foto de toda a turma, e escreveu embaixo todos os nomes, seguindo fileira por fileira, como que uma legenda.

Não foi a primeira vez que eu peguei esses caderninhos e olhei com nostalgia meus ex-colegas de turma, mas uma das pessoas também me chamava a atenção, bem no centro da foto, e era a primeira pessoa a deixar seu depoimento. Procurei o nome, e logo achei no Facebook. O sobrenome não era o mesmo (o último era diferente), não parecia ser exatamente a mesma pessoa, tinha mudado o cabelo, mas era tão familiar que doía. Olhei as fotos lado a lado e tirei a dúvida da qual já sabia a resposta. As fotos de perfil eram de casamento, daí a mudança de nome, e tinham embaixo a tag pró-Bolsonaro. Estranhei um pouco, já que pelo endereço, era de um bairro muito pobre da cidade. Fiquei um tempo olhando e olhando as fotos, com uma sensação estranhíssima de nostalgia, de memória.
Quanto aos demais, não foi tão fácil encontrá-los quanto os da terceira série. Poucos eram bem-sucedidos, tanto é que encontrei o perfil de LinkedIn de um dos colegas com cargo médio-alto numa empresa de engenharia, fiquei quase que aliviado. Talvez seja por conta de ter sido uma escola pública, sei lá. Claro que não foi inteiramente por isso que não encontrei todos: como eram as próprias crianças que escreviam o depoimento, muitas colocaram apenas o primeiro nome. Dos que encontrei, mais uma vez alguns vários citados em processos, perfis normais de Facebook e tal.

Gosto muito, muito mesmo, de De Volta Para o Futuro, e penso naquelas cenas em que Marty encontra os pais nos tempos de colégio, em toda essa coisa de interferir no passado; penso, sei lá, no filme Efeito Borboleta quando o Ashton Kutcher vive e revive a história em diferentes situações possíveis com a menina que ele gosta lá.

Com tudo isso, comecei a pensar nessa filosofia barata de segunda-feira à noite sobre a estatística das coisas. Alguns bem-sucedidos, alguns processados, muitos medianos. Um morto. Dois amores de criança.

Caralho, escrevi demais. Pra fechar: estou aqui agora me abrindo pra um monte de estranhos, só pra poder contar um pouco disso tudo pra alguém. De vez em quando paro de escrever e fico encarando a parede ou a escrivaninha, com essa nostalgia esquisita que sempre me vem quando penso nisso tudo.
Se você leu tudo, obrigado.
submitted by phyrexio to brasil [link] [comments]


2017.12.28 17:57 brucewaynedosuburbio Oi, Reddit. Hoje me pagaram R$ 2 mil para stalkear e descobrir tudo sobre uma pessoa. Segue meu relato de como fiz isso :)

EDIT MAIS IMPORTANTE: não me desafiem :)
EDIT IMPORTANTE: galera, comecei a receber várias mensagens de pessoas interessadas e pedindo ajudaa para encontrar amigos e amores do passado. Eu não sou profissional nisso e fiz isso como hobby, não depositem suas fichas em mim não, rs.
E outra: vou viajar agora no Ano Novo e ficar um tempo fora. Então não devo responder mais nada por aqui por um tempo. Quando voltar, vejo mensagem por mensagem e se posso ajudar ou não.
Voltando ao post original
Eu trabalho com marketing digital e sempre fui bom em caçar pessoas. Fazia isso no trabalho direito a ponto de se tornar um hobby. Brotou um cliente novo? Eu usava meus recursos para descobrir tudo o que podia sobre ele: endereço, estado civil, mídias sociais, processos, relacionamentos e por aí vai.
Isso me fez descobrir coisas interessantes. Como uma pessoa que entrevistamos para o trabalho era um bolsominion expulso da Polícia Militar acusado de assassinato (surpreendentemente absolvido, apesar de tudo apontar contra ele e seus colegas e ter até matéria de jornal sobre isso). Que o novo namorado de uma colega de trabalho frequentava um fórum de acompanhantes e tinha um perfil fake para manter contato com as primas. Que uma funcionária daqui abriu uma empresa no nome do marido e estava usando informações privilegiadas nossas para concorrer conosco em pequenas licitações.
Minha fama acabou crescendo um pouquinho até chegar em um amigo de um colega de trabalho. A missão que ele me passou? Encontrar um amor dele do segundo grau. Achei meio obsessivo, mas o cara me disse que só queria saber como ela estava, como eles haviam perdido completamente o contato por terem se formado ainda nos anos 90, sem os benefícios da internet e tal. Ele tentou contratar uma firma de detetives, mas os caras não descobriram nada com as informações que ele passou. E ele ainda morreu uma grana boa com eles.
Ele veio falar comigo e pensei, por que não? Como nunca tinha feito isso na vida, ofereci receber APENAS se descobrisse alguma coisa, apesar de geralmente rolar um adiantamento nesses casos. Segue como fiz.
Disclaimer importante: nada aqui é garantia de que vocês terão algum resultado seguindo essas dicas. Algumas pessoas têm uma pegada digital ínfima por conta da idade ou da natureza de seus afazeres profissionais/acadêmicos.
Informações que recebi: primeiro nome, um dos sobrenomes, bairro onde a pessoa morava e supostamente ainda morava, uma foto dessa pessoa no fim dos anos 2000 em uma reunião de ex-alunos dessa escola. Ele também sabia que a pessoa em questão fazia aniversário em maio. Ele desconfiava que ela havia passado para algum curso de Letras de faculdade pública do Rio de Janeiro ainda no fim dos anos 90.
Primeira fonte: o Facebook: perguntei ao cara se ele conhecia alguém de confiança que morasse no mesmo bairro que ela. Ele tinha. Essa pessoa me cedeu sua senha e login no Facebook temporariamente para ajudar na busca. A combinação de nome + sobrenome que ele tinha não dava resultado algum. Provavelmente ela usava outro sobrenome.
Aqui eu tinha duas alternativas: a mais correta, que era pegar esses dois nomes que ele tinha e consultar o registro de aprovados no curso de letras nos anos que ele indicou (1998/1999) ou visitar a antiga escola dela. Seria o método mais fácil para descobrir o nome completo dela, mas também me tomaria tempo e gasto de ficar indo fisicamente nas universidades e na escola para consultar esses registros. Eu não queria tirar a bunda da cadeira, então foi na força bruta.
Eu chutei algumas dezenas de sobrenomes. Comecei calculando o numero de perfis que acessei numa única manhã e parei de contar quanto já estava na casa dos 200. Acho que estava na casa dos 300 quando encontrei pela foto.
Páginas curtidas, fotos curtidas pela pessoa: vamos chamar a pessoa de Karen. Karen tinha um Facebook bem monótono. Parcialmente fechado, com menos de 200 amigos e pouquíssima atividade. Isso é um empecilho fodido, mas vamos lá: com a user ID dela, você consegue checar as fotos que ela curtiu a partir do link https://www.facebook.com/search/INSERIR_NÚMERO_DA_ID_AQUI/photos-liked . Também acompanhei as curtidas dela.
Assim, descobri que ela era espírita e seguia as páginas de alguns centros espíritas. Nos comentários de fotos dela - as poucas abertas - vi pessoas mencionando encontrá-la no tal centro espírita, mas sem mencionar o nome dele. Chequei as fanpages de todos os centros e revirei as fotos dos eventos até descobrir que não só ela era membro assídua de um deles, mas também era médium de um deles. Consegui até para ele os horários em que ela atendia no centro.
Pelas páginas curtidas, também descobri um bocado sobre ela: que ela tinha um filho, que ela era espírita e de esquerda, que ela fora abandonada pelo marido. que seguia várias páginas de concurseiros, que gostava de ler literatura hot, que aparentemente sofria de depressão.
Nosso amigo Google: sabendo o primeiro nome dela, o sobrenome que esse cliente lembrava e o que ela usava no Facebook, juntei os três para fazer algumas combinações de pesquisa no Google. Sempre usando aspas e tentando fazer diferentes buscas.
"Karen" "Santos" "Amoedo"
"Karen dos Santos" "Amoedo"
"Karen Amoedo" "Dos santos"
Como eu sabia o ano aproximado em que ela nasceu e o suposto mês, jogava a data junto também com um dia aleatório: "13/05/198X".
Não demorou muito para rolar o bingo. Karen dos Santos Souza Amoedo, nascida em 24/05/198X. A informação veio na lista de aprovados de um concurso público de alguns anos atrás.
A partir daí, foi uma chuva de resultados. Descobri as exonerações e contratações dela em diferentes cargos federais e estaduais por conta dos Diários Oficiais, que ela foi assistente administrativa em uma faculdade daqui por alguns anos, passou em outro concurso e migrou para outra instituição.
A partir dos editais de cada concurso e o LoveMondays, identifiquei também o salário estimado que ela ganhava em cada um deles sem grandes dificuldades.
O Google retorna muita coisa boa. Registros em cartório, processos, empresas no seu nome, uma caralhada de coisa. Numa dessas buscas, encontrei o perfil dela no Youtube, que era aberto e tinha várias informações de coisas que ela gostava: hobbies, canais sobre depressão e espiritismo, plano de estudos para concursos públicos e por aí vai.
CPF é seu amigo
Hoje, é muito fácil no Brasil você consultar informações de pessoas por CPF em sites como o CC Fácil. Seu próximo passo então é descobrir o CPF da pessoa em questão.
Aqui é muito 8 ou 80. Muita gente tem o CPF largado pela internet por milhões de razões: alguma citação em ação judicial, diário oficial, burrice, uns bancos cadastrais que se encontram por aí. O meu, por exemplo, não está disponível em lugar algum.
No caso dessa pessoa em questão, jogar o "Karen dos Santos Souza Amoedo" (lembrando que o nome é fictício :) ) rendeu algumas dezenas de resultados e, num deles, havia o CPF da pessoa em questão. Fui lá eu no CC Fácil fazer a consulta.
Tem duas coisas SUPER importantes sobre o CCFácil:
O resultado? O endereço de casado dela, o atual endereço, o celular, o telefone fixo, alguns detalhes sobre a vida financeira dela.
A interpretação das informações: só nessa brincadeira aí já estava terminado o serviço, mas decidi ir mais a fundo e ver o que mais conseguia descobrir. Muita coisa é subjetiva e fruto de algumas migalhas de informação que a gente precisa interpretar, é quase como contar uma história mesmo.
Eu consegui acertar o perfil básico dela quase que por inteiro. A conclusão que cheguei foi que Karen casou-se com 20 e poucos anos, teve um filho e se separou em algum momento. Não consegui descobrir o nome do cônjuge, mas acho que poderia ter ido mais longe se recorresse aos cartórios da região. A depressão veio depois da separação, aparentemente com o filho ainda pequeno (hoje adolescente).
Pela descrição que ele me deu, ela parecia pouquíssimo religiosa nos tempos de escola. Concluí que a religião foi a forma que ela encontrou de enfrentar a depressão. Ela jamais exerceu a profissão pela qual se formou, se limitando a fazer vários concursos públicos para assistente administrativo, sempre mirando bem baixo. O salário mais alto da carreira dela foi R$ 2700~R$3100, já com as gratificações inclusas, pelo que consegui achar.
Ela conseguiu manter o peso após a gravidez, pelas fotos que encontrei. Mas a separação e a possível depressão fizeram ela engordar bastante. Ela também seguia várias páginas de comida orgânica e dietas saudáveis, mas não parecia estar fazendo muito efeito.
O que mais consegui?: liguei para a entidade pública onde ela trabalhava me identificando como funcionário dos Correios. Queria confirmar o endereço dela e a unidade daquela repartição onde ela trabalhava, já que era uma instituição bem grande. Falei que tinha uma encomenda no nome dela como endereço errado e que seria devolvido ao remetente, mas que aquele era o único telefone de contato. Nego se desdobrou e conseguiu me passar exatamente onde ela trabalhava e o ramal dela. Essa instituição tem várias unidades diferentes espalhadas pela cidade.
Queria confirmar o endereço que havia descoberto pelo CPF, mas também quis testar a ingenuidade dela. Dei outro endereço próximo no bairro em que ela mora, dei o nome do remetente como uma loja de apostilas de concursos públicos (com base nos interesses dela que escavei). Ela acreditou na hora e me passou o endereço certo, confirmando o segundo endereço que recebi na consulta da CC Fácil. Talvez o primeiro fosse dos tempos de casada.
Além disso tudo, com uma foto taggeada de uma amiga, descobri a escola onde o filho dela estuda. E que ele é meio geek/otaku (imagina se o cara tá no sub, hehe).
Acertei tudo? Da minha interpretação, só errei o espiritismo como válvula de escape para a depressão após o fim do casamento. Na verdade, o espiritismo foi a resposta que ela encontrou para a morte do pai há alguns anos.
Por que estou postando isso aqui?
Várias razões:
Sim, é meio creepy. Bem creepy, na verdade. Mas eu fiquei satisfeito com o resultado e espero que os dois se deem bem. E que ele não seja um psicopata ou mate ela, senão vou ficar com uma dor na consciência fodida. Mas pelo menos ganhei R$ 2 mil por basicamente um dia de trabalho :)
Vai funcionar comigo?
Aí vai um depende gigantesco, como eu disse lá em cima. Eu tenho uma vida bem ativa nas redes sociais e me recrimino por isso. É bem fácil saber bastante sobre mim e descobrir coisa sobre a minha vida. Mas a minha esposa, por exemplo, tem uma pegada digital mínima. Trabalha na iniciativa privada, em uma empresa pequena, não tem empresas no seu nome, não faz concursos públicos, não tem uma profissão que coloque o nome dela na internet repetidamente, não é chegada às redes sociais.
Se meu alvo em questão fosse a minha esposa, provavelmente eu não conseguiria porra nenhuma. Minha dica? Se vocês têm algo comprometedor e querem esconder, ou até simplesmente querem proteger sua privacidade, comecem a buscar essas informações sobre vocês disponíveis por aí e apaguem elas. Se você quer encontrar alguém, é só ser perseverante. A internet é um mar de informação.
submitted by brucewaynedosuburbio to brasil [link] [comments]


2017.07.04 20:21 feedreddit Cibersegurança para todos: como proteger a privacidade de suas conversas com o Signal

Cibersegurança para todos: como proteger a privacidade de suas conversas com o Signal
by Micah Lee via The Intercept
URL: http://ift.tt/2tNJqLd
Video de Lauren Feeney
O conteúdo das suas conversas – sejam elas pessoais, profissionais ou políticas – pode ser alvo da espionagem de um governo local ou estrangeiro. Além disso, o envio de uma senha ou número de cartão de crédito pelo celular também pode ser interceptado por um criminoso. Ou então você pode querer se candidatar a um emprego sem o conhecimento do seu chefe atual; discutir um assunto delicado com um advogado; conversar com amigos sobre a ida a uma manifestação, um aborto ou a compra de uma arma; enviar fotos íntimas ao seu parceiro(a) sem que ninguém as veja; ou querer manter segredo sobre um novo relacionamento no trabalho. Esses são apenas alguns exemplos de como a privacidade pode ser importante.
Felizmente, a privacidade é um direito fundamental do ser humano.
Infelizmente, a maioria das ferramentas utilizadas para se comunicar via celular – ligações, mensagens de texto, e-mails, Facebook, Skype, Hangouts etc. – não são tão privadas como poderíamos pensar. Sua operadora de telefonia, seu provedor de internet e as empresas que criam os aplicativos que você usa para se comunicar podem interceptar o que você diz ou escreve. Seus bate-papos podem ser acessados pela polícia e por agências de espionagem como a NSA. Eles também podem ser vistos por _qualquer um_que pegar e vasculhar o seu telefone. Algumas mensagens podem ser lidas mesmo com o celular bloqueado, na tela de notificações.
Mas é possível garantir a privacidade das suas conversas. O primeiro passo é instalar um aplicativo chamado Signal – e seus contatos devem fazer o mesmo. Então é só configurar o programa para bloquear as ameaças.
O Signal é fácil de usar, funciona tanto no iOS – o sistema operacional dos celulares da Apple – quanto no Android – do Google – e criptografa suas mensagens de forma que apenas você e seu interlocutor possam decifrá-las. Além disso, ele é um software de código aberto, então qualquer especialista pode verificar se o programa é realmente seguro. O Signal pode ser baixado na Play Store do Android e App Store do iPhone.
Embora o Signal seja um software muito bem feito, você precisa fazer alguns ajustes para maximizar a segurança de suas conversas. Já escrevi sobre algumas dessas configurações no ano passado, mas o programa mudou muito desde então, e talvez você não conheça algumas de suas funcionalidades mais úteis.
Vou falar sobre elas em detalhes mais abaixo – e no vídeo acima, criado por Lauren Feeney.
Para ir diretamente a um item específico, clique no link correspondente abaixo:

Recomende o Signal a seus amigos

Você só pode enviar mensagens criptografadas e fazer ligações protegidas para outros usuários do Signal. Não adianta instalar o programa e continuar usando torpedos não criptografados para se comunicar. Faça com que seus amigos também instalem o aplicativo.
Se você é um ativista, recomende o Signal aos participantes da próxima reunião ou manifestação; se é jornalista, fale com suas fontes e editores; se está se candidatando a algum cargo político, use o Signal para se comunicar com sua equipe de campanha.

Bloqueie seu telefone

O Signal usa uma rigorosa criptografia de ponta-a-ponta, que, quando verificada, impede que o conteúdo das mensagens seja decifrado por um intermediário, como os criadores do Signal, operadoras de telefonia, provedores de internet – ou pela NSA e outras agências de espionagem que coletam dados em massa na internet.
Mas a criptografia do Signal não pode impedir que alguém pegue o seu telefone e abra o aplicativo para ler suas mensagens. Para isso, é preciso bloquear o acesso ao telefone com uma senha ou outra forma de autenticação. Você também deve habilitar a criptografia de dados do aparelho e atualizar o sistema operacional e aplicativos com frequência, pois isso dificulta consideravelmente a ação dos hackers.
No Android:
No iPhone:

Oculte as mensagens do Signal na tela de bloqueio

A criptografia do Signal será de pouca serventia se outras pessoas puderem ver as mensagens que você recebe na tela bloqueada do seu celular. Se o seu telefone costuma estar ao alcance de pessoas que não deveriam ler suas mensagens – colegas de quarto, colegas de trabalho e seguranças de aeroporto, por exemplo – desative a pré-visualização de mensagens do Signal na tela de bloqueio do telefone.
À esquerda, notificação do Signal em um iPhone bloqueado. À direita, notificação do Signal em um Android bloqueado.
Siga estes passos para desativar as notificações do Signal:
No Android:
No iPhone:
À esquerda: notificações do Signal oculta em um iPhone bloqueado. À direita: notificação do Signal oculta em um Android bloqueado.

Não guarde suas mensagens para sempre

Quando uma mensagem criptografada é enviada pelo Signal, apenas dois dispositivos guardam cópias do texto trocado: o seu celular e o do destinatário. Diferentemente de outros aplicativos de troca de mensagens, o servidor do Signal nunca tem acesso às mensagens, e os conteúdos criptografados permanecem online por muito pouco tempo. Isso significa que, quando você apaga uma mensagem do seu telefone – e o destinatário faz o mesmo – esse conteúdo deixa de existir. É uma boa ideia apagar seu histórico de mensagens frequentemente, principalmente quando se trata de conversas confidenciais. Dessa forma, se o seu telefone for vasculhado, as conversas de um ano atrás de que você nem se lembrava – e aquela conversa confidencial da semana passada – não serão encontradas.
O Signal permite programar a exclusão de mensagens depois de um certo tempo (entre cinco segundos e uma semana), tanto do telefone do remetente quanto do destinatário. Essa função se chama “Mensagens efêmeras”. Porém, nada impede que o seu interlocutor grave as mensagens antes que elas sejam excluídas – por meio de captura de tela, por exemplo.
Se você costuma mandar mensagens confidenciais para amigos ou grupos do Signal (vou falar sobre grupos mais adiante), recomendo ajustar a exclusão programada das mensagens para uma semana depois de lidas. Você também pode ativar as “mensagens efêmeras” para um contato e logo depois desativá-las, o que pode ser útil para o envio de uma senha, por exemplo.
No Android:
No iPhone:
Neste exemplo, as mensagens desaparecerão depois de cinco minutos.
Você também pode apagar manualmente mensagens individuais – ou mesmo conversas inteiras – do seu telefone. Mas você não pode, é claro, apagá-las do telefone do destinatário; isso só é possível com a opção “Mensagens efêmeras”.
No Android:
No iPhone:

Como enviar e receber fotos e vídeos privados

O Signal facilita o envio de fotos e vídeos criptografados – inclusive _gifs_animados. Quando estiver conversando com alguém, basta dar um toque no clipe de papel para abrir sua coleção de fotos ou acessar diretamente a câmera do celular.
O Signal também tem outro dispositivo de segurança: as fotos e vídeos gravados a partir do próprio aplicativo não são salvos automaticamente na memória do telefone. Da mesma forma, as fotos e vídeos que você receber também não serão gravados automaticamente. Se você quiser adicionar uma foto à coleção do celular, basta dar um toque longo na foto e salvá-la.
Por que isso é importante? Muitas pessoas sincronizam automaticamente fotos e vídeos com serviços de armazenamento em nuvem como iCloud, Google e outros. Elas também costumam permitir que aplicativos como Facebook e Instagram tenham acesso à galeria de imagens do telefone. Por mais cômodo que seja, isso significa que o provedor do serviço de armazenamento em nuvem também terá acesso às suas imagens, podendo entregar os dados a terceiros, como uma agência governamental. Da mesma forma, suas imagens podem ser acessadas por hackers, como em 2014, quando fotos de celebridades nuas foram publicadas na internet depois de um ataque a suas contas no iCloud.
Portanto, se você fotografar um documento confidencial para um jornalista – ou tirar uma _selfie_sensual para o(a) namorado(a) –, envie as fotos diretamente pelo Signal, que é capaz de criptografar uma imagem da mesma forma que uma mensagem de texto.

Como criar grupos de discussão seguros

Para mim, uma das funcionalidades mais úteis do Signal é a possibilidade de criptografar uma conversa em grupo. Qualquer pessoa pode criar um grupo no Signal e adicionar quantas pessoas quiser; as mensagens de todos os membros serão criptografadas. Assim como nas conversas individuais, você pode habilitar a exclusão programada de mensagens, fotos e vídeos. Veja alguns exemplos de situações em que os grupos do Signal podem ser úteis:
Veja como usar os grupos do Signal:
No Android:
No iPhone:
Os grupos do Signal são úteis, mas não são perfeitos. Os problemas podem ser resolvidos em versões futuras, mas, por enquanto, são os seguintes:

Como fazer chamadas de voz e vídeo seguras

Além de permitir o envio de mensagens de forma segura, o Signal também pode ser usado para fazer ligações criptografadas de voz e vídeo. Basta selecionar o ícone de telefone para ligar para um contato. Trata-se de uma ligação telefônica normal, mas com a segurança da criptografia de ponta-a-ponta. Para iniciar uma chamada de vídeo, toque no ícone de câmera durante a ligação para ativar a câmera – simples assim.
Durante uma chamada de voz ou vídeo, seu interlocutor pode ver o seu endereço IP, o que pode ser utilizado para determinar a sua localização. Na maioria das vezes isso não importa, mas às vezes pode ser um problema – se você não quiser revelar de que país está ligando, por exemplo. Nesses casos, é possível redirecionar a ligação através dos servidores do Signal, fazendo com que o único IP visível no outro lado da linha seja o do próprio Signal. Essa função diminui ligeiramente a velocidade da conexão, o que pode reduzir a qualidade da ligação. Veja como habilitá-la:
No Android:
No iPhone:

Como enviar mensagens sem adicionar o destinatário aos contatos

A maioria das pessoas sincroniza seus contatos com o iCloud, Google, a empresa em que trabalham ou outros serviços de nuvem. Isso é muito conveniente; se você perder o telefone e comprar um novo, poderá recuperar seus contatos. Porém, isso quer dizer que sua lista de contatos pode ser acessada pelos provedores do serviço de sincronização, que, por sua vez, podem fornecer os dados para a polícia ou agências governamentais.
Você pode querer conversar com certos contatos de maneira segura, mas sem adicioná-los à sua lista de contatos. Por exemplo, se você quiser vazar uma informação para um jornalista sem ser investigado por isso, é melhor não salvar o número do repórter na nuvem.
O Signal permite que você converse com pessoas que não estão na sua lista de contatos. Para fazer isso, abra o aplicativo, selecione o ícone de caneta para iniciar a conversa e digite o número de telefone no campo de busca. Se a pessoa em questão for usuária do Signal, você poderá trocar mensagens criptografadas com ela sem ter que adicioná-la aos seus contatos.

Use números de segurança para se proteger de ataques

Esta seção pode parecer um pouco confusa – o funcionamento da criptografia é uma coisa meio complicada mesmo. Mas o mais importante aqui é aprender como verificar os números de segurança.
Mais acima, eu disse que o Signal garante a privacidade das suas conversas quando devidamente verificado. Para usar o Signal corretamente, é preciso verificar se suas comunicações não estão sendo interceptadas em um ataque man-in-the-middle.
Um ataque man-in-the-middle(“homem no meio”, em tradução literal) acontece quando duas pessoas – Alice e Bob, por exemplo – pensam que estão conversando diretamente uma com a outra, mas, em vez disso, tanto Alice quanto Bob estão conversando com um intermediário, que intercepta tudo o que está sendo dito. Para proteger totalmente as suas conversas, é preciso verificar se a troca de informação criptografada está sendo feita diretamente com seus contatos, e não com algum impostor.
Você tem um “número de segurança” em comum com cada contato do Signal. Por exemplo, Alice tem um número de segurança em comum com Bob e outro com Charlie. Quando Alice liga para Bob, se o número de segurança que aparecer no celular de ambos for igual, isso significa que a conexão é segura. Porém, se os números forem diferentes, tem alguma coisa errada; talvez Alice ou Bob estejam vendo o número de segurança que têm em comum com o interceptador, o que explicaria a discrepância.
É improvável que alguém tente atacar a sua conexão _na primeira vez_que você entrar em contato com um amigo. Por isso, o Signal considera como seguro o primeiro número de segurança atribuído para cada contato. Mas, se o conteúdo da conversa for confidencial, é melhor confirmar assim mesmo.
Para verificar a integridade da criptografia, acesse a tela de verificação da seguinte forma:
À esquerda: tela de verificação do número de segurança no iPhone. À direita: tela de verificação do número de segurança no Android.
Existem algumas maneiras de verificar com um amigo se seus números de segurança são iguais. A mais fácil é presencialmente, juntos no mesmo lugar, mas também é possível fazê-lo à distância.
Como verificar um contato presencialmente
Se você puder se encontrar com seu contato, basta escanear o código QR (um código de barras quadrado) dele. No Android, toque no círculo com o código para escanear; no iPhone, selecione o ícone “Escanear código”. Aponte a câmera para o código QR de seu amigo: se o processo for completado normalmente, isso significa que a criptografia é segura.
Como verificar um contato à distância
Se vocês não puderem se encontrar pessoalmente, é possível verificar os números de segurança à distância, embora o processo seja um pouco trabalhoso.
Você e seu contato devem enviar o número de segurança por meio de um canal externo – ou seja, por fora do Signal. Envie uma mensagem no Facebook, Twitter, um e-mail ou faça uma ligação telefônica – ou então use outro aplicativo de mensagens criptografadas, como WhatsApp ou iMessage. Se estiver realmente preocupado com uma possível interceptação, recomendo fazer uma ligação; se você conhece a voz do seu contato, é muito difícil alguém se fazer passar por ele.
Quando seu contato receber seu número de segurança, ele deverá acessar a tela de verificação e comparar – algarismo por algarismo – o que você enviou com o que ele está vendo. Se os números forem idênticos, a conexão é segura.
Tanto no Android quanto no iPhone, você pode tocar no botão de compartilhamento na tela de verificação para enviar o número de segurança via outros aplicativos ou copiá-lo para a área de transferência do telefone.
Verifique novamente contatos que trocarem de telefone
De vez em quando, você pode ver a seguinte mensagem no Signal: “Número de segurança modificado. Toque para verificar.” Isso pode signifcar uma das duas seguintes possibilidades:
  1. Seu contato instalou novamente o Signal, provavelmente por ter comprado um novo telefone.
  2. Alguém está tentando interceptar suas conversas.
A segunda alternativa é menos provável, mas a única maneira de ter certeza é verificar novamente o número de segurança com o seu contato.

Como usar o Signal no seu computador

Embora seja necessário instalar o Signal no celular para começar, também é possível instalar o aplicativo no seu computador. O programa não tem todas as funcionalidades da versão para celular – ainda não é possível fazer chamadas ou modificar grupos –, mas pode facilitar muito a vida de quem usa o Signal. Principalmente se, assim como eu, você passa o dia inteiro na frente do computador e precisa do Signal para trabalhar.
Trata-se de uma extensão para o navegador Chrome. Ou seja, primeiro é preciso instalar o Chrome no seu computador. Só então você pode baixar o Signal na Chrome Web Store. Ao executar o programa pela primeira vez, siga as instruções na tela para conectá-lo ao Signal do seu smartphone.
No entanto, instalar o Signal no seu computador proporciona mais uma possibilidade de ataque e interceptação de dados. Quando você usa o Signal apenas no telefone, se alguém quiser ler suas conversas, ele terá que hackear o seu celular. Mas se você também usa o aplicativo no computador, um hacker pode atacar _tanto o seu telefone quanto o seu computador_– o que for mais fácil. Por causa das diferenças na arquitetura dos sistemas operacionais de celulares e computadores, o mais provável é que o seu computador seja o alvo mais fácil.
Além disso, seus dados do Signal são armazenados de forma mais segura no telefone. No Android e no iOS, suas mensagens – e chave criptográfica – são armazenadas pelo próprio Signal, e outros aplicativos não têm acesso a elas. Já no Windows, MacOS e Linux, esses dados são guardados em uma pasta do seu disco rígido, e praticamente _todos_os seus aplicativos têm acesso a ela. Portanto, em certas situações, talvez o mais prudente seja não instalar o Signal no computador.
Tradução: Bernardo Tonasse
The post Cibersegurança para todos: como proteger a privacidade de suas conversas com o Signal appeared first on The Intercept.
submitted by feedreddit to arableaks [link] [comments]


2015.04.21 22:48 felipelalli /r/oBitcoin FAQ - Novatos por favor leiam

Bem vindo ao /oBitcoin FAQ fixada

O texto que se encontra aqui foi desenvolvido por Mtzrkov e outros em Github.com/btcbrdev/oBitcoin e está em domínio público para ser usado livremente por qualquer um.

O que é bitcoin?

Bitcoin (BTC ou XBT) é o primeiro e mais importante dinheiro eletrônico sem autoridade central, baseado numa tecnologia open-source inédita chamada Blockchain, que foi desenvolvida por Satoshi Nakamoto em janeiro de 2009. Essa tecnologia permite a criação de um "banco de dados" confiável P2P (ponto-a-ponto), o que abre caminho para muitos tipos de inovação, sendo uma delas o próprio bitcoin e outras como contratos descentralizados, por exemplo.
Nota: normalmente emprega-se "Bitcoin" em maiúsculo para se referir ao protocolo (baseado na tecnologia Blockchain) e em minúsculo "bitcoin" para se referir a uma unidade da moeda.
O Bitcoin, além de um bem digital, pode ser considerado também um sistema de pagamento, totalmente independente de qualquer sistema já existente, como cartões de crédito, Paypal, bancos e outros. Sua capacidade atual estimada é de 7 transações por segundo, mas essa capacidade pode ser aumentada com o passar do tempo se houver necessidade. Por ser puramente digital e distribuído, o Bitcoin funciona 24/7 e tem alcance mundial, além de ter locais especializados de troca pela moeda local (chamados exchange) nas principais cidades do mundo.
A segurança da rede do Bitcoin, ou seja, o que garante que não existirá um chamado "gasto duplo" do mesmo dinheiro, é o consenso da rede P2P feito pela validação das transações por parte dos mineradores. Para que um minerador consiga incluir um bloco válido na rede, ele precisa utilizar um grande poder computacional. O processo de mineração consiste na realização de cálculos matemáticos para a seleção de quais transações válidas serão incluídas no próximo novo bloco do Blockchain, excluindo aquelas que tiveram uma tentativa de "gasto duplo" naquele período. Cada nó da rede, além dos mineradores, também é capaz de verificar a validade das transações incluídas no bloco. É nesse processo também que aparecem os "bitcoins ainda não descobertos". A distribuição dos bitcoins é feita de forma previsível, tendo uma queda de recompensa pela metade de 4 em 4 anos. Serão encontrados no máximo 21 milhões de unidades da moeda.

Quanto vale um bitcoin?

O preço de mercado de um bitcoin é determinado através da lei da oferta e da procura, portanto estando sujeito a variações de preço por causa de acontecimentos políticos e econômicos (como desvalorização e inflação de moedas estatais, conflitos, maior demanda por Bitcoin etc).
Assim como nas moedas estatais, o preço do bitcoin varia e pode ser diferente dependendo do lugar em que for negociado.
Se você for comprar dólares no Brasil, você terá que procurar uma casa de câmbio que poderá ter a cotação de R$ 3,00 por dólar, por exemplo. Caso vá a outra casa de câmbio, você poderá notar que o preço poderá ser ligeiramente diferente, além das taxas também variarem. Com o Bitcoin não é diferente. Essa variação entre as exchanges (nome comumente usado para se refererir aos locais de compra e venda de bitcoin) são equilibradas pelo mercado através de operações de arbitragem (comprar num lugar mais barato e vender num mais caro).
Para se ter uma ideia do preço médio do bitcoin, você pode dar uma olhada em sites como os que seguem:
Para um gráfico do preço ao longo do tempo, acesse:

Volatilidade

Por ser uma moeda ainda muito recente (inventada em jan/2009) e ainda não muito utilizada, seu preço de mercado ainda é muito volátil. Isso faz do bitcoin um investimento de risco atualmente. O preço tende a ficar mais estável ao longo do tempo, quando o mercado puder definir com mais exatidão seu "preço real". As oscilações também tendem a diminuir conforme o seu market cap (quantidade de moedas x preço) aumentar. Hoje (2015) o market cap do bitcoin é de US$ 3 bi, o que pode ser considerado pouco se comparado ao valor de algumas empresas como a Dell (US$ 24 bi) ou ainda de outras commodities como o ouro (US$ 2.600 bi).
Para um gráfico da volatidade ao longo do tempo, acesse:

Como obter bitcoins?

O bitcoin é um bem digital e assim como outros bens, pode ser adquirido de diversas formas:

1. Negociação direta (P2P / pessoa a pessoa)

Uma das maneiras mais baratas de se negociar bitcoins, porque não tem taxas, é comprando diretamente de outras pessoas que já possuem a moeda. As duas partes chegam a um acordo de preço e a troca é feita. Geralmente quem tem menos reputação entrega o bitcoin ou a moeda local primeiro.
Por ser uma maneira relativamente arriscada, pois não há um mediador para casos de descumprimento de uma das partes, a reputação de alguém deve ser muito considerada. Exemplo: prefira negociar com alguém do seu círculo de amizades (rede de confiança), alguém que você confie muito como familiares e amigos, ou por uma indicação (amigo de amigo). Se a outra parte tem uma reputação duvidosa, prefira negociar aos poucos (divida os valores em várias partes menores e vá trocando aos poucos).
Algumas ferramentas auxiliam nesse processo de reputação e rede de confiança, sendo elas:

2. Negociação indireta (com intermediário)

Outra forma de se negociar bitcoins (e essa provavelmente é a maneira mais conveniente, embora não seja a mais barata) é utilizando um intermediário que viabilize a compra e venda de bitcoins entre pessoas interessadas. Esses intermediários são as "corretoras" ou "bolsas" de bitcoins (mais conhecidas por exchanges).
Essas corretoras fornecem um serviço de intermediação entre compradores e vendedores de bitcoin, cobrando uma taxa para tal. Por causa disso o bitcoin nas corretoras tem um preço final um pouco mais alto do que se fosse comprar de outras maneiras, mas devido ao altíssimo volume, uma operação pode ser realizada instantaneamente.
Além de usar exchanges, você também pode encontrar um intermediário na relação P2P, tornando-a mais segura. Exemplo: um amigo em comum, que pode levar uma comissão previamente combinada para intermediar as duas partes.
Você pode conferir uma lista de corretoras no ExchangeWar. Algumas das principais corretoras brasileiras são:

Onde gastar bitcoins?

Hoje é virtualmente possível gastar os bitcoins em qualquer lugar, usando algum intermediário para trocá-los imediatamente sob demanda por alguma moeda local, como numa exchange ou com serviços como Neteller, Xapo ou Gyft.
Alguns locais porém já aceitam a moeda digital diretamente, como é o caso da Microsoft, Dell e Overstock, além de inúmeras outras ao redor do mundo.
Confira uma lista com mais de 100 mil lugares que já aceitam diretamente o bitcoin em SpendBitcoins ou no CoinMap.
Segue algumas listas de locais que aceitam bitcoin no Brasil:

Como minerar bitcoins?

Para minerar bitcoins você precisa executar um software em um computador especializado (ASIC) que possa realizar uma grande quantidade de operações matemáticas demandada pelo sistema de consenso P2P do bitcoin.
Logo após a criação do Bitcoin em 2009, era possível e rentável minerar bitcoins utilizando o processamento de computadores pessoais (através de simples processadores e placas de vídeo), mas com o tempo essa atividade deixou de ser rentável e tornou-se praticamente impossível para tais máquinas. Isso aconteceu pois o interesse no Bitcoin aumentou muito, trazendo assim mais pessoas para a mineração e impulsionando uma corrida por maior quantidade de processamento. Com o avanço da tecnologia e o aumento do interesse por Bitcoin, mais poder de processamento foi adicionado à rede Bitcoin e isso resultou em um aumento da dificuldade para se encontrar novos Blocos.
Essa é uma característica do protocolo Bitcoin: quanto maior o poder de processamento da rede, maior a dificuldade para se minerar bitcoins - ou seja, maior a dificuldade para se descobrir novos Blocos. Um bloco é um arquivo que possui uma identificação (data, hora e informações genéricas) e um registro das transações (movimentação de bitcoins entre endereços) mais recentes. Resumidamente, os mineradores são uma forma de manter a rede Bitcoin segura e operante, algo que demanda muito poder de processamento (o que torna inviável o uso computadores de propósito geral para tal fim) e que, como retribuição por essa tarefa importante, gera uma recompensa em bitcoins pelo trabalho.
Todas as transações, ou seja, as movimentações em bitcoins realizadas entre endereços (carteiras), são anônimas pois se caracterizam como uma transferência de fundos de um endereço Bitcoin para outro, que, embora tenham relação indireta com pessoas reais, não possuem uma relação direta. Ou seja, não é possível dizer com absoluta certeza que determinada pessoa é detentora de um endereço a menos que ela diga isso em algum lugar - o que torna o Bitcoin algo pseudônimo, não anônimo (você é anônimo apenas se quiser e tiver conhecimentos para tal). Todas as transações da história da rede Bitcoin são públicas e podem ser conferidas em sites como o Blockchain Info.
Então...é impossível minerar hoje em dia num PC comum ou notebook? Sim, mas não é lucrativo. Para isso existem os ASICs (Circuitos Integrados de Aplicação Específica, em inglês Application Specific Integrated Circuits), hardwares específicos para mineração. Há uma lista na Bitcoin Wiki, em inglês, onde estão listados todos os ASICs disponíveis no mercado e também placas gráficas e processadores. É importante notar que embora seja possível minerar bitcoins, não é algo recomendado aos brasileiros, uma vez que o equipamento é caro, importado e possui taxas de importação - além da energia elétrica brasileira, que inviabiliza totalmente o processo.
Nota: Em processo de desenvolvimento: Guardando seus bitcoins e Ganhando bitcoins.

Unidades comuns do bitcoin

Unidade Abreviação Quantidade em bitcoin Uso Nome alternativo
Bitcoin BTC 1,00000000 Unidade básica, usada no client padrão. XBT
millibit mBTC 0,00100000 Padrão em diversos serviços. -
bit μBTC 0,00000100 Possível novo padrão a ser adotado. microbit
Satoshi - 0.00000001 Frequentemente usado para negociar altcoins, menor unidade possível. -

Comunidade brasileira

submitted by felipelalli to oBitcoin [link] [comments]


2015.03.29 13:20 eniacsparc2xyz Explicando o Bitcoin.

Explicar o Bitcoin para novos usuários não é uma tarefa fácil, há muitos erros sobre a moeda virtual até mesmo na mídia sobre bitcoins. Para contribuir com a difusão do conhecimento sobre esta tecnologia. Deixo este post.
Bitcoin
Bitcoin é um dinheiro eletrônico P2P baseado em criptografia de chave publica que permite pagamentos online serem feitos sem intermédio de nenhuma uma instituição financeira.
Criptografia
O bitcoin usa a criptografia de chave publica, os endereços bitcoins nada mais são do que o hash da chave publica a qual é derivada da chave privada. Somente quem tem a chave privada correspondente ao endereço bitcoin pode gastar o valor que está endereço.
Exemplo de Chave Privada em formato Hexadecimal:
a2d3c4a4ae6559e9f13f093cc6e32459c5249da723de810651b4b54373385e2 
Exemplo de Chave Privada em formato WIF (Wallet Import Format) ( Formato de Importação de Carteira)
5K7EWwEuJu9wPi4q7HmWQ7xgv8GxZ2KqkFbjYMGvTCXmY22oCbr 
Exemplo de Endereço correspondente a chave privada ( Não use este endereço e esta chave).
1Q7f2rL2irjpvsKVys5W2cmKJYss82rNCy 
Endereços podem ser verificados em:
https://blockchain.info/address/<**endereço-bitcoin**> https://blockchain.info/address/1Q7f2rL2irjpvsKVys5W2cmKJYss82rNCy 
Tanto o endereço quanto a chave privada podem serem transmitidos de forma ótpica usando código QR, o qual pode ser lido por smartphones e dispositivos móveis.
Para se ter segurança a chave privada deve ser o mais aleatória/ randômica o possível além de ser armazenada com criptografada e senha.
Carteiras
Como dito novamente uma carteira bitcoin não armazena bitcoins. A carteira é um software que cria e protege chaves privadas com criptográfia e senha e envia transações a rede bitcoin para transferir balanços de bitcoin do endereços que tem a chave privada. Há três tipos de software de carteira: A carteira local, a e-wallet (carteira hospedada em sites) e carteira bitcoin impressa em papel.
Carteiras Locais
Exemplos de carteira local são o bitcoind e sua inteface gráfica bitcoin-qt (que é o cliente original criado por Satoshi Nakamoto) cuja desvantagem é baixa todo o arquivo do blockchain que agora são mais de 20 GB. Outras carteiras são o Electrum (a qual não baixa todo blockchain). Existem também carteiras bitcoins para smartphones.
Carteiras E-Wallet
Apesar de os bitcoins (diga-se as chaves privadas) serem mais seguros de serem guardadas localmente e não ser preciso de nenhuma instituição financeira para realizar transações, as carteira online tem certas vantagems tais como:
Vantagens:
Desvantagens:
Carteira impressa, em Papel ( Paper Wallet)
Uma carteira de papel é somente a chave privada e o endereços impressos em papel com código QR ou impressos. A carteira de papel pode ser usada para vender se bitcoins em um caixa eletrônico por exemplo ou para um armazenamento mais seguro da chave privada.
Rede Bitcoin
Blockchain:
Todas transações são armazenadas no "blockchain" que é um banco de dados que armazena os endereços, balanços de cada "endereço" e o codigo das transações. Cada participante da rede armazena uma copia do arquivo blockchain que roda um client "full node" ou um cliente completo que baixa todo o arquivo blockchain.
Cada transação é transmitida para todos participantes da rede e armazenada em nos arquivos "blockchain" de cada cliente.
Mineiros: Computadores que rodam o software de mineração ou hardwares especiais que resolvem um problema matemático difícil que consome muita energia, processamento e memoria e a cada vez que resolvem o problema recebem como recompensa um balanço, quantidade de bitcoins pelo algoritmo. Os "Mineiros" criam bitcoins e validam transações.
Moedas: Não existem moedas "coins" na rede bitcoin, o que existe é um balanço quantidade bitcoins, um mero número associado a um "endereço". Esta quantidade de bitcoins é armazenada no blockchain, isto é, em toda a rede. Somente pode realizar transferências de bitcoins contidos em um endereço quem tem a chave privada associada a ele. Perde-se os bitcoins quando se perde a "chave privada".
Carteira/ Wallet
Existem dois tipos de carteiras E-Wallet (Carteiras Remotas) e carteiras locais. A carteira bitocoin local é um software ou que pode criar "chaves privadas", endereços bitcoins através da chave privada e trasnferir o balanço bitcoin contido no endereço.
Privacidade e Segurança
Privacidade
Segurança
Obtendo-se Bitcoins
Existem várias formas de se obter bitcoins:
Formas de Pagamento/ Recebimento em bitcoins:
Pagamento em Bitcoins.
  1. O vendedor fornece seu endereço bitcoin.
  2. O comprador que pagará usando bitcoin com sua "carteira" wallet e chave privada transfere os bitcoins de seu endereço para o endereço do vendedor. A carteira pode tanto rodar em computador, celular ou ser uma e-wallet.
  3. O vendedor espera de 5 a 7 confirmações.
Comprando-se Bitcoins
Método 1: Trocar Bitcoin diretamente por dinheiro
  1. O comprador de bitcoins fornece seu endereço bitcoin ao vendedor.
  2. O vendedor com sua "carteira" Wallet transfere os seus bitcoins para o endereço do comprador e recebe dinheiro em troca.
  3. O comprador verifica se houveram confirmações da transação e checa seu balanço.
Método 2: Comprar chave privada 1. O comprador de bitcoins compra uma chave privada impressa em papel ou formato digital com a chave privada, o endereço e quantidade que estar a comprar.
  1. O comprador verifica o balanço do endereço e transfere com a chave privada dada para algum endereço seu associado a outra chave que tenha criado.
  2. Este método é mais usado com caixas eletrônicos, a chave privada pode vir impressa em bilhete em formato alfa-númerico e com código QR.
Desafios
Sumário:
- Dinheiro Digital - Descentralizado - Banco Virtual ( Você pode ser seu próprio banco) - Rede de pagamentos - Anti Inflacionário, finito de modo a emular o "ouro" - Não pode ser confiscado - Não pode ser apreendido pelo governo - Baseado em criptográfia 
submitted by eniacsparc2xyz to oBitcoin [link] [comments]


2013.05.03 06:14 allex2501 Como Bitcoin Funciona

Pessoal, eu DanielBTC o alex2501 e o DarkHyudrA traduzimos um texto bem simples para iniciantes e fizemos algumas adaptações e facilitamos mais ainda algumas coisas também, esperamos que seja proveitoso para todos:
Como o Bitcoin Funciona
Esse texto foi escrito pois eu acredito que uma base de usuários bem informados é a chave do sucesso para o Bitcoin.
Um resumo da estória:
O usuário João cria uma transação declarando: "Eu dou a Maria 10 BTC". (mas em protocolo Bitcoin). Essa transação é assinada digitalmente com a chave privada que cada endereço possui e não pode ser forjado Os mineradores garantem que a transação é válida, gravam isso e distribuem por toda a rede. Maria verifica o seu saldo. João não pode enganar o sistema por que todo mundo na rede pode checar sua autenticidade e imediatamente recusar a transação falsa com gastos duplicados(double spending) ou fundos que não existiam antes.
Você pode começar a usar o Bitcoin em questão de segundos, embora esse seja um processo simples, é extremamente recomendado que você aprenda sobre como ele funciona e o que acontece com suas moedas quando você inicia uma transação qualquer. Com o Bitcoin é você que controla o seu dinheiro, e você precisa tomar conta dele responsavelmente.
O texto a seguir é um simples guia que introduzirá você à natureza da rede Bitcoin e explicará de forma clara o que acontece durante uma simples transação
A estória de João e Maria
Era uma vez um usuário chamado João que gostaria de enviar à sua amiga Maria alguns Bitcoins. Ele sabia que Maria precisava de 10BTC e então decidiu enviá-los para ela. João conseguiu uma carteira Bitcoin com alguns bitcoins de saldo e antes de clicar em Enviar se perguntou, onde os seus bitcoin estão armazenados. "O bitcoin é um arquivo no meu computador? Ou um número de serial talvez?" João rapidamente notou que isso poderia ser muito ineficiente. O que aconteceria se alguem estivesse espiando sua conexão e interceptasse esses arquivos? E o que aconteceria se a conexão caísse?
O jeito que o Bitcoin Funciona é Simples e elegante
Quando João envia para Maria 10 Bitcoins, o que realmente está acontecendo é uma assinatura digital de um declaração de pagamento. Na linguagem humana isso se parece com isso: “Eu, João, envio a quantia de 10BTC para Maria” Com certeza, João está também, preocupado que alguem pode forjar essa declaração em seu nome. Ele também sabe que Bitcoins são impossíveis de forjar. Então, como exatamente eles são protegidos? Essas declarações são protegidas por um mecanismo chamado “Assinatura Digital”. É uma implementação de cálculos matemáticos e criptografia fortissima, que garante que somente o dono pode produzir uma assinatura válida. Senão, a assinatura poderia ser invalidada e a transação rejeitada por qualquer um.
Assinaturas digitais
Você provavelmente já sabe que para receber e enviar bitcoin você precisa de um endereço Bitcoin. Da mesma forma que o e-mail. E como em um e-mail, você precisa de uma senha para conseguir enviar e receber bitcoins. Endereços Bitcoin são gerados usando matemática e eles podem ser gerados de uma forma decentralizada. Você não precisa de logar-se em lugar algum serviço nem precisa ficar online. Você simplesmente precisa de um programa para gerar esses endereços. Um endereço bitcoin, como uma conta de e-mail, é feita de duas coisas diferentes:
A parte publica - Permite a qualquer um te enviar bitcoins.
A chave privada - Isso é o que a maioria dos usuarios não sabe, cada endereço tem sua única Chave Privada (private key). A maioria dos programas de Bitcoin não lhe dizem sobre isso e eles mantém escondido do usuário, basicamente porque é muito importante que APENAS você tenha acesso a esta chave e mostrar por aí não é uma boa ideia.
Essa chave é usada para assinar digitalmente e garantir que apenas o dono da chave pode emitir uma transação válida e assim gastar os bitcoins.
De volta a Maria e João
Assim que a carteira bitcoin do João assinou essa transação, ele envia através da rede P2P(ponto a ponto) do Bitcoin. Todas as pessoas que usam o Bitcoin e estão rodando um cliente do Bitcoin, estão conectados uns aos outros para receber estas “declarações”. A transação de João é transmitida de nó a nó. Esses nós verificam que a assinatura é válida e passam até que, numa fração de segundo, maria recebe a notificação pelo seu programa Bitcoin que ela recebeu os bitcoins vindos de João! “Legal!” a Maria pensa. Mas ao mesmo tempo ela está preocupada com outra coisa. A Maria sabe como a rede do Bitcoin funciona e mede se é possível o João suprir esta quantia. Ela sabe que João que lhe enviou o dinheiro por que a sua assinatura bate. Mas o que impediria João de escrever qualquer valor que ele quisesse? E se João dissesse, “Eu tenho um cazilhão de Bitcoins e estou enviando para Maria?”. Enquanto Maria continuava pensando sobre isso ela não sabia que a transação que lhe fora enviada ainda estava perambulando pela rede e tinha um desafio muito grande para enfrentar...
Conhecendo o minerador Thiago
Enquanto a transação continua indo de conexão (nodes) em conexão (nodes) na rede do Bitcoin, ela também irá chegar a essa pessoa que está em um jogo único: um estilo de jogo de corrida contra o tempo. Thiago e muitos outros que participam deste mesmo “jogo” são chamados de mineradores. O objetivo de Thiago é reunir todas as transações e publicar elas em um tipo de livro de registros. No fim de garantir a natureza aberta e descentralizada do Bitcoin, isso deve ser feito de uma forma bem específica.
O minerador Thiago e outros mineradores estão rodando um programa no seus computadores que ajudam a resolver problemas matemáticos. Imagine um grande e complexo cubo mágico que demoraria muito tempo para ser resolvido. Thiago sabe que apenas o minerador que encontrar a solução para o cubo mágico é autorizado a publicar o próximo bloco deste livro de registros que contém todas as transações reunidas.
Todos os mineradores estão competindo entre si porque eles querem ser o primeiro a resolver o problema, publicar as transações e receber Bitcoins como recompensa. (Mais do que um jogo, isso é um trabalho).
Para que João possa ter 10 BTC em primeiro lugar, ele precisa ter obtido previamente de alguém. Thiago verifica a parte do livro de registros que já foi publicada previamente por outros mineradores e certifica de que a transação está ali, registrada em algum lugar. Isso diz que João tinha 10 BTC em primeiro lugar e então foi autorizado a gastar. Então ele apenas espera que, com um pouco de sorte, o seu programa foi o primeiro a achar a solução. Adivinhe só? Hoje é o dia de sorte de Thiago! Ele acha a solução e imediatamente publica todas as transações que ele coletou. O resto da rede verifica que a solução é correta e assistem perplexos enquanto Thiago recebe a recompensa. Mas não há tempo a perder porque novas transações nunca param de chegar e novos blocos deste livro de registros sempre estão a espera de serem publicados.
O BlockChain
O famoso blockchain, ou, cadeia de blocos. É chamado de cadeia, por que todos os blocos dependem do anterior. Eles são protegidos por uma função criptográfica chamada de hash. E se alguem decidir alterar maliciosamente um bloco anterior e adicionar ele mesmo dezenas de bitcoins? Felizmente isso é impossível. Se alguem alterar um único digito, caracter ou bit de uma cadeia de blocos, todos os blocos seguintes serão eliminados e invalidados.
Note também que nem mesmo o minerador Thiago pode alterar maliciosamente a transação de João por que a assinatura digital não vai bater se for adulterada. A abertura, transparência e natureza decentralizada do Bitcoin, juntas com o uso mecanismos de proteção, criam uma sólida, forte e confiável rede Bitcoin que ninguém pode enganar;
De volta para Maria
Assim que o minerador Thiago publicar o próximo bloco na blockchain, esse será redistribuído em toda a rede até chegar à Maria. Uma vez que Maria pegou essa transação, sua carteira bitcoin verificará se ela contém alguma transação em que Maria está envolvida, e como esse é o caso, informará Maria que sua transação foi confirmada e agora é uma parte permanente da rede Bitcoin (para todo o sempre). As transações que são incluídas na blockchain recebem uma confirmação. Note que Maria não precisa estar online para receber seus Bitcoins. Ela pode estar offline por horas, dias, anos e ainda sim, receber bitcoin sem problemas. Assim que ela ficar online, seu programa vai baixar os últimos blocos na blockchain e informá-la que recebeu transações de entrada. Atualmente, a única coisa que Maria não precisa saber é sua chave privada. Ela pode ainda manter essa chave privada impressa em um pedaço de papel (paper wallet) e receber bitcoin ao mesmo tempo.
Uma vez que ela queira vendê-las ela vai importar essas chaves privadas para o programa de carteira Bitcoin e o programa lerá o blockchain para informá-la sobre o seu balanço. Com essa chave privada ela poderá assinar digitalmente uma transação onde ela queira gastar seus bitcoins.
Dê uma olhada em http://www.bitaddress.org . Esse é um gerador de endereços bitcoin que permite você criar e ver sua chave privada.
Sobre a segurança do Bitcoin
Como vocês podem ver, Bitcoin é extremamente seguro e absolutamente ninguém que não saiba sua chave privada para o endereço bitcoin (chave publica) vai conseguir gastar seus bitcoins sem autorização.
Você é o dono dos seus bitcoin, é de sua inteira responsabilidade manter suas chaves privadas para suas moedas a salvo. Muitos software de carteira bitcoin como o bitcoin-qt, vão criptografar suas chaves usando uma senha que você definir. (não esqueça essa senha!). Isto é extremamente recomendado. Também esteja certo que seu computador esta livre de keyloggers, trojas e qualquer tipo de vírus ou malware. Se você guarda grandes quantidade de moedas, você pode considerar usar uma carteira em papel (paper wallet), e nenhum vírus no mundo vai conseguir atacar essa sua carteira.
De onde vem a recompensa de Minerador Thiago?
Ele consegue taxas que as pessoas pagam voluntariamente incluídas em cada transação bitcoin. Por isso ele quer coletar e publicar o máximo de transações possíveis e ganhar e ganhar essas taxas incluídas nelas. Também por que cada vez que ele publica um bloco ele vai conseguir assinar o seu nome nesse novo bloco e ganhar 25 bitcoins novinhos em folha. Isso é como novos bitcoins entram em circulação e são injetados na economia de forma descentralizada. Essa recompensa diminui gradativamente até que os 21 milhões de bitcoins sejam colocados em circulação, que é o máximo de bitcoins que serão disponibilizados.
21 milhões de bitcoins são o bastante? Sim! Por que eles são divisíveis por oito casas decimais. Esse montante de divisibilidade garante que nunca faltarão bitcoins na economia.
Por que demora tanto para sincronizar minha carteira Bitcoin?
A primeira vez que voce roda a carteira bitcoin, ela ira necessariamente efetuar o download de toda a BlockChain afim de mantê-lo atualizado de todos os balanços de seus endereços. Se você não gostou disso, tudo bem, você pode optar por um cliente mais light. Existem várias carteiras Bitcoin que se conectar ao servidor para ler a blockchain e não precisa de baixar nada.
Traduzido por:
Se você gostou, mande uma doação pra gente. ;-)
Qualquer dúvida, correção ou sugestão será muito bem vinda!
Original: http://www.reddit.com/Bitcoin/comments/18kt6y/psa_to_new_users_due_to_reddit_gold_announcement/
submitted by allex2501 to BrasilBitcoin [link] [comments]


Achar o Endereço de Uma Pessoa Pelo CPF Gratis 【DESCUBRA】