Guitarra namoro

Namoro cifra de Rastapé, desenhos de acordes da música e versão simplificada. A ideia é trazer, realmente, uma festa para dentro da caixa. Dentro da caixa também pode vir o presente – se houver outro. É uma ideia perfeita para comemorar o aniversário do namorado ou o aniversário de namoro. Mural ou varal de fotos: as namoradas que tem acesso ao quarto do boy podem fazer essa surpresa fácil, simples e encantadora ... Acordes de Cuando me enamoro, Enrique Iglesias: Letra y Acordes de Guitarra. Aprende a tocar el cifrado de Namoro (Rastapé) en Cifra Club. Êa, ô, ô / Fui lá na Igreja pra rezar / Pra pedir tudo o que faltou / Pra Deus me dar o seu amor / Levar daqui a solidão / Vou seguir meu caminho / Onde vai dar esse Guitarra Alianças feitas especialmente para você. Mais de 320 Guitarra Alianças: Em Am É de arrancar suspiro, nosso namoro deu samba. D G Já é a dona da minha paixão G Am Do jeito que você me olha, vai dar namoro! D G D Do jeito que você me olha, vai dar namoro! G Am Do jeito que você me olha, vai dar namoro! D G Do jeito que você me olha, vai dar namoro! ( G Am Bm7 Am7 G G/C D# D) Am D G É, vai da praia e namoro ... Namoro.com cifras, letras, tablaturas e videoaulas das músicas no Cifra Club Cómo tocar Cuando me enamoro, Andrea Bocelli. Acordes. AHORA SI ESTA VERSION ES BUENA TOQUENLA Y COMPAREN CON LA CANCION ORIGINAL MUY BONITA LETRA SI DESEAN PUEDEN PONERLE CAPO EN EL 1º TRASTE Cuando Me Enamoro, Enrique Iglesias (acordes) . Encontrá más canciones de Enrique Iglesias con acordes y tablaturas en TusAcordes.com Aprenda a tocar a cifra de Namoro (Baia) no Cifra Club. Êa, ô, ô / Fui lá na Igreja pra rezar / Pra pedir tudo o que faltou / Pra Deus me dar o seu amor / Levar daqui a solidão / Vou seguir meu caminho / Onde vai dar esse namoro? / Então

Levei um block

2020.07.28 05:07 ahnediman Levei um block

Resumo rápido, pois eu estava escrevendo um texto super detalhado da minha situação e infelizmente o aplicativo do reddit travou, então segue desabafo sem capricho:
Fui corna, expulsa de casa, sai de um relacionamento de 3 anos. Estou sozinha desde janeiro, veio a pandemia e a necessidade de se isola. Conheci um cara legal pela internet, coisas em comum, inclusive amigos, conversamos por um mês e nos apaixonamos, mas ele me pediu em namoro (pediu um anel de presente também) eu aceitei (bebada). Depois de algumas semanas eu percebi que não era bem isso o que eu queria, o sentimento se agravou após ele pedir para eu excluir uma foto que eu tinha com o meu ex (dois pés na imensidão do oceano, foto conceito sem valor sentimental amoroso para mim). Percebi que era um rebote, e conversei com ele sobre, ele ficou extremante triste pois ele achou que estávamos dando certo (2 meses de conversa pela internet). Pensei muitas vezes, fiquei com dó e voltei.
Um mês e o mesmo sentimento, disse que de fato eu não queria namorar ninguém e que o carinho que eu sinto por ele não é romântico. Ele aceitou bem, até ver uma foto minha no instagram, brigou comigo pois disse que eu não estava me importando com os sentimentos dele, eu disse que só estava bem porque ele estava bem. Continuamos a nos falar, sem o título de namorados, era legal, era como se fosse um melhor amigo.
Julho começou e chegou a necessidade de trabalhar mais horas do que o de costume, então eu disse que responderia menos e que eu passaria por stress e cansaço, ele aceitou e disse que tudo bem. Eu diminui a frequência e a maneira como eu costumava responder as mensagens, eu fiquei meio sem paciência, principalmente com o jeito que ele exige atenção e carinho. Ele desabafou sobre isso na sexta-feira e eu reconheci o problema, disse que não tem culpa pelo o stress que eu estou passando, me desculpei e disse que iria me policiar. No sábado nos conversamos normalmente, a última mensagem que recebi foi um áudio dele tocando guitarra, mas eu não respondi a tempo, estava com cólica e cai no sono. Acordei e não consegui responder, fui bloqueada em todos os cantos, ele nem deixou uma mensagem de despedida :(
Às vezes eu me sinto a pior pessoa do mundo, às vezes eu acho que ele é a pior pessoa do mundo e ainda com um toque de imaturidade.
submitted by ahnediman to desabafos [link] [comments]


2019.04.10 22:01 iamnotpaula Minha adolescência tá horrível

Não tá sendo fácil. Tô lidando com ansiedade e depressão já faz um tempo, e sendo garota trans no armário pra todo meu círculo social, a dor só aumenta.
Eu vejo em filmes e séries os namoros, os rolês, as amizades, e agora vejo o quão mais complicado tudo é. Sair de casa e ir viver fora de casa em certos dias se torna um peso imenso. E tudo mudou, também. Antes eu era engraçada, risonha, quando tinha vários amigos na escola antiga.
Aí chegou o transtorno de gênero, ansiedade, a tristeza, e a vontade de ficar deitada pra sempre na cama. Eu tocava muito violão, guitarra, jogava LoL, Overwatch, via séries, filmes. Agora chego da escola e me jogo na cama, ouço Elliott Smith e tento dormir, mesmo sem sono.
A pressão que é ir viver nesse corpo, presa nessa voz, agindo como garoto, é imensa. Grande demais. A dismorfia corporal tá me quebrando aos poucos. Me sinto presa numa jaula, e tenho que aceitar isso. A única coisa que ajuda é ficar com meu amigo, Igor.
Desculpa pelos exageros, e obrigada por ler isso, se leu.
submitted by iamnotpaula to desabafos [link] [comments]


2016.09.15 13:07 PM_ME_LESBIAN_GIRLS Eu traduzi um video para um projeto. Alguém pode me dar feedback?

link do video
Vocês se conhecem em uma festa. Vocês são jovens, provavelmente por 17-19 anos. Vocês já transaram com outras pessoas, mas sempre foi um pouco… Desajeitado. Vocês acham desculpas para andarem juntos, e fingem ser amigos. Ela tem uma pequena marca de nascença no pescoço que você repara, mas não menciona. Você começa a pensar nela um pouco, depois bastante, daí o tempo todo. Você para de dormir direito, e de comer direito, e qualquer música que você está escutando naquela época vai ser tão vinculada a ela que em 20 anos essa música vai tocar e, por somente um segundo, você vai se lembrar exatamente como você se sente agora. E em algum ponto, provavelmente envolvendo álcool, vocês vão tirar as roupas, e agora você está fodido de verdade, porque você não pode mais se esquecer dela. Você não tinha ideia que você poderia se importar tanto com uma pessoa, e nada pode arruinar isso, e qualquer pessoa que te diz o contrário é um idiota. Você não tem nem sequer 20 anos e você já achou o amor de sua vida, quanta sorte é isso? Você provavelmente está negligenciando seus trabalhos, não está dormindo o suficiente, mas isso não importa. Você conhece bem os pais dela, e ela conhece os seus, e vocês já tentaram todas as posições sexuais que existem, e agora o sexo é mais relaxado, ao contrário de antes, que era algo que vocês pensavam em fazer o tempo todo. Vocês tem grandes planos, e nada pode arruinar isso.
Ela te mostra novas músicas que você provavelmente não iria dar menor importância antes, mas que agora você meio que gosta. Você conta para ela sobre suas coisas, e ela finge se importar de maneira bem convincente. Vocês começam a morar juntos, porque… Bem, porque não? Vocês ficam acordados até tarde, vocês bebem, vocês transam, às vezes você a vê dormindo de manhã e de repente toda aquelas poesias de bosta que você precisava ler na escola começam a fazer sentido.
Você não acredita em destino ou merdas como isso, mas você começa a entender o porquê de algumas pessoas acreditarem. E um dia ela olha para outra pessoa, dá uma risada, ou ri e você sente essa ferroada no seu cérebro. Bem vindo à inveja, é meio que normal. Você não menciona para ela, pois você não é completamente insano. Ela provavelmente se sente da mesma maneira sobre você, e isso é legal.
Vocês dois arranjam trabalho, vocês se estressam, vocês se cansam, vocês assistem bastante TV juntos, vocês não transam tanto, mas ei, o que você esperava? Vocês conversam sobre arranjar um cachorro, ela menciona um certo cara no trabalho que manda uns e-mails engraçados, e você decide mata-lo, mas rapidamente se lembra que isso é ilegal. Você começa a correr de tarde, e você começa a reparar nessa garota, que geralmente está correndo na mesma hora que você. Ela é meio bonita, mas foda-se. Vocês dois passam menos tempos juntos de tarde. Você se esqueceu como é a sensação de borboletas no estômago. Você menciona isso para um cara que está casado há anos que você conhece, e ele diz que isso é o que acontece, você não pode ficar preso à esses sentimentos para sempre. Isso te assusta um pouco, mas tudo bem, tudo vai ficar bem, e nada pode arruinar isso.
Você está nos meados dos 20 anos, e alguns dos seus amigos da escola estão virando arquitetos, médicos, e você… Não está. Você queria ser um… Sei lá, mas você não praticou isso em anos. Você começa a praticar, ou começa a planejar a fazer um comércio, ou fazer mestrado. Ela parece completamente desinteressada nisso. Ela começa a fazer piadas de bebê, ou começa a falar sobre comprar uma casa. Você não quer uma casa ou um bebê ainda, porque você ainda não é aquela coisa que você queria ser. E você já tem 25 anos, e 30 é um número bem grande que parece que está se aproximando rapidamente.
O sexo meio que virou rotina agora, e você começa a se perguntar se virou uma tarefa para ela. Vocês ainda ficam juntos, e isso é legal, mas você começa a se preocupar que têm algo faltando. Os dois experimentam com lingerie, vão em aventuras elaboradas, e isso é divertido por um tempo. Você começa a correr mais, e você vê aquela menina no parque. Tem algo meio que sobrenatural sobre ela. Ela para para respirar, e você também. Você diz oi, ela diz olá. Ela é inteligente, meio que te fala quando está exagerando, e você gosta disso nela. Você volta a correr e tenta tirar ela de sua cabeça, mas agora você se lembra da sensação de ter borboletas no estômago.
Você volta pra casa. Você cozinha a mesma janta que você cozinhou na noite anterior, e na noite antes dessa. Vocês conversam sobre nada, ela menciona que aquele cara do trabalho quer te conhecer, e você responde dizendo que aquele cara do trabalho pode se foder 1.000 vezes no inferno. Vocês ficam com um silêncio constrangedor por um tempo, daí vocês assistem um pouco de TV. E mais TV. E vocês vivem assim por mais um ano, e isso é tranquilo, e nada pode arruinar isso. Nunca.
Um de vocês transa com outra pessoa. Ou perde a paciência de vez. Ou menciona que vocês deveriam dar um tempo, ou começam a ficar distantes, ou param de falar sobre o futuro, ou sei lá o que for. Seja você que tenha terminado com ela ou não, vocês nunca mais vão acordar juntos, ou tirar as roupas dela, ou ter um argumento bêbado sobre a União Europeia, ou se cães podem olhar para cima ou não. Você vai pra cama, e de repente a cama cheira como ela de uma maneira que você nunca tinha reparado. Musica é uma bosta, comida é uma bosta, e todo mundo é uma bosta, não importa o quão legais eles estão sendo com você. E você sabe que você fez um erro terrível. Nada poderia arruinar isso, e agora tudo está fodendo arruinado. Você bebe bastante whiskey, você não parece conseguir dormir mais de algumas horas. Alguém menciona que ela está andando bastante com sei lá como é o nome daquele cara. Você brevemente imagina eles transando, e você decide fazer outra coisa. Você começa a jogar bastante videogames, e você descobre que sim, na verdade você tem amigos, e eles estão pacientemente esperando por você por fodendo anos agora. Eles escutam a sua baboseira educadamente pois já tiveram términos antes. Eles oferecem uma atitude bacana, coisas como “Existem outros peixes no oceano”, etc. Mas você não acredita neles porque eles não amaram como você amou. Ninguém amou como você amou.
Você e ela trocam mensagens passivo-agressivas sobre você pegar sua guitarra de volta ou qualquer coisa assim, e vocês se encontram para trocarem seus pertences. É uma boa sensação ver ela de novo, afinal você já superou ela, e ela não tem menor poder sobre você, e você vai logo continuar com sua vida. Vocês transam, e literalmente um minuto depois você percebe a cagada que você fez. Vocês continuam a transar por mais um tempo. Você começa a pensar em voltar o relacionamento com ela. Ela faz umas cagadas pra cima de você, ou você pra cima dela, e de repente você para de pensar em voltar o relacionamento com ela.
Vocês argumentam. Você diz coisas horríveis à ela, o tipo de coisa que você nunca iria se imaginar falando para seu pior inimigo. Você joga mais videogames, você bebe mais uísque, você escuta aquelas músicas que você gosta. As coisas estão indo bem com uma garota que você conheceu no trem, mas você não consegue se imaginar dormindo com outra pessoa. Você brevemente começa a comer saudavelmente, coisas assim, como benefícios de ter 17 seções de 1 hora de pornô por dia. Você começa a praticar aquela coisa que você ama. Você fica bem bom naquela coisa que você ama. Você se lembra como é se sentir humano. Alguém fala de uma morte que ocorreu na sua familia e você percebe que você não tem motivo algum para se sentir triste. Não de verdade.
Com o passar do tempo as pessoas te contam das próprias histórias de término de namoros, e algumas são bem, bem piores que as suas, e, de novo, você percebe que você não tem absolutamente nada sobre o que se sentir triste. Não de verdade. E, sutilmente, tão sutilmente que você nem percebe, você volta a ser você.
E um dia, do nada, aquela menina que você conheceu correndo te convida para sair. E você percebe uma pequena marca de nascença no seu ombro, mas você não menciona. Você para de dormir direito, e de comer direito, e qualquer música que você está escutando naquela época vai ser tão vinculada a ela que em 20 anos essa música vai tocar e, por somente um segundo, você vai se lembrar exatamente como você se sente agora. Música volta a ser boa. Comida volta a ter gosto bom. Nossa, o que era aquilo antes? Por que eu estava sendo uma bichinha? Logo logo vocês dois estão andando juntos todo dia, e você não consegue se lembrar a última vez que você se sentiu tão vivo. O tempo todo era isso que você precisava fazer? Ou talvez você só está repetindo o mesmo padrão de novo, mas cara, a sensação é tão incrível. Talvez tudo isso seja só um jogo estúpido, mas você não se importa. Você não se importou última vez, porque agora, você está certo disso. Mais certo que tudo que você já fez na sua vida, e qualquer pessoa que te diz o contrário é um idiota. E nada pode arruinar isso. E nada pode arruinar isso. E nada pode arruinar isso. E nada pode arruinar isso. E nada pode arruinar isso. E nada pode arruinar isso. E nada pode arruinar isso.
submitted by PM_ME_LESBIAN_GIRLS to brasil [link] [comments]


2016.02.23 21:48 bosswegotaproblem Estou prestes a pregar uma peça na minha namorada, após quase 2 anos de espera.

Não, não é texto de namoro abusivo. É uma peça inocente. Vamos lá:
Sou uma pessoa bastante tímida. Tenho uma banda e tal, toco guitarra, e isso ajuda um pouco. Eu tenho uma boa voz, inclusive gravei em estúdio na adolescência, mas nunca topei fazer isso em público, por mais que quem soubesse dessa habilidade pedisse (mãe, pai, colegas músicos...). Posso cantar bem quando tiver disposição para tal, mas francamente, morro de preguiça. E tenho dor nas ATM quando canto uma música toda.
Estou com minha namorada há 1 ano e 6 meses, oficialmente, fora quando apenas saíamos. Fomos da timidez inicial, aquela de querer ser a melhor pessoa do mundo o tempo todo, até ao nosso momento de agora, de bastante intimidade. Moramos juntos há bastante tempo. Somos melhores amigos. Essa mulher me conhece como ninguém e temos um namoro sensacional.
No início do namoro nem ousava cantar para ela, então sempre disse que cantava mal pacas. Fui me soltando, cantava no banho e na frente dela, de brincadeira, sempre de uma maneira desafinada e sem esforço algum. Isso foi virando uma mania minha, de cantar mal, incomodando. Toda vez é "agora eu entendo o motivo de você não cantar em sua banda". Francamente, ela chega a sair do cômodo que eu estou quando começo a cantar, mesmo que não esteja deixando claro que estou zoando.
Pois decidi que hoje vou cantar de forma séria Nina Simone ou Ray Charles quando ela menos tiver esperando. Pensei em segurar essa por uns 10 anos, mas sei lá né, YOLO, I guess. Fiquei com vontade de compartilhar aqui com vocês.
Alguém tem alguma história parecida ou dica? Abraço
*Edit: feito! Ia gravar mas achei que ia me sentir um pouco forçado e cagar tudo pela minha timidez. Cantei Ray Charles, Hit the road Jack, durante o panelaço da Dilma, enquanto lavava a louça do meu jantar e ela mexia no computador. Ela fechou o notebook em menos de 15s de música com uma força um pouco desproporcional, eu comecei a rir horrores, ela ficou vermelha, levantou, vociferou um "AHHHHHNÃOACREDITO", continuei rindo de nervoso. Agora ela está de 5 em 5 minutos implorando pra eu "cantar certinho", jogando almofadas e me zoando de leves.
submitted by bosswegotaproblem to brasil [link] [comments]


ELE vai me pedir em namoro? O Tarot Cigano responde! Enrique Iglesias, Juan Luis Guerra - Cuando Me Enamoro ... XAND AVIÃO NAMORO CONTURBADO OUVINDO ZEZE DE CAMARGO FORRO NA GUITARRA Música Fácil no Violão para Toca para a Namorada ou ... PEDI A MINHA CRUSH EM NAMORO!! *aceitou?* - YouTube Top Tracks - Antoni Severino - YouTube Cifras - O namoro - Sérgio Godinho Cifras - Balada da Rita - Sérgio Godinho - YouTube

Guitarra Alianças Elo7

  1. ELE vai me pedir em namoro? O Tarot Cigano responde!
  2. Enrique Iglesias, Juan Luis Guerra - Cuando Me Enamoro ...
  3. XAND AVIÃO NAMORO CONTURBADO OUVINDO ZEZE DE CAMARGO FORRO NA GUITARRA
  4. Música Fácil no Violão para Toca para a Namorada ou ...
  5. PEDI A MINHA CRUSH EM NAMORO!! *aceitou?* - YouTube
  6. Top Tracks - Antoni Severino - YouTube
  7. Cifras - O namoro - Sérgio Godinho
  8. Cifras - Balada da Rita - Sérgio Godinho - YouTube
  9. Namoro de Guitarras

CURSO GRÁTIS VEJA AGORA EM http://www.iniciantesdoviolao.com.br Se você quer aprender agora a tocar uma música fácil com apenas 3 acordes para seu namorado o... Sign in to like videos, comment, and subscribe. Sign in. Watch Queue Queue. Watch Queue Queue. Remove all; Disconnect; The next video is starting stop REMASTERED IN HD! Check out Enrique’s new videos LetMeBeYourLover ft. Pitbull (http://bit.ly/lmbyl) & Noche y De Dia ft. Yandel & Juan Magan (http://bit.ly/1... 50+ videos Play all Mix - XAND AVIÃO NAMORO CONTURBADO OUVINDO ZEZE DE CAMARGO FORRO NA GUITARRA YouTube XAND AVIÃO - NOVEMBRO 2019 - @JOAOEDSONCDS - Duration: 1:11:19. João Edson CDs 1,136,557 ... Neste vídeo respondi às vossas perguntas com a Clarinha e pedi-a em namoro... será que ela aceitou? Espero que tenham gostado :D Instagram dela: @clla.m Cana... The D-C-G Trick : What Famous Bands Did With Easy Chords! - Duration: 28:41. Song Bike - jkehew1 Recommended for you Contato para consultas particulares. WhatsApp : +55 11 956891072 Email: [email protected] IG: @indmystic1111 Vinheta : Música: Mystic Dance Autor: Kleber K. Shima Pedro Maprelian - Bateria ... Acordes para guitarra Facebook: http://www.facebook.com/pages/Acordes-e-cifras-de-m%C3%BAsicas-de-Express%C3%A3o-Portuguesa/467974509929118?ref=ts&fref=ts Namoro de Guitarras · Yamandu Costa Continente ℗ 2013 Biscoito Fino Released on: 2013-07-02 ... Guitarra, Bandoneón y Orquesta de Cuerdas-Alondra de la Parra & Orchestre de París - Duration ...